Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Anotações importantes Ivan Shuisky 327 20/07/2021 às 02:33:17
Entrevista com um bolinho Ivan Shuisky 854 28/06/2021 às 20:30:35
Sabe aquele negódio de "não sei o que dizer, só sentir"? Por aí Ivan Shuisky 939 21/06/2021 às 01:10:49
Pra começar do começo Ivan Shuisky 1125 19/06/2021 às 00:47:52
Ano 2 Sophie Agger Karhila 6366 16/01/2021 às 17:17:16

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Apartamento de Shisui e Jian || Shirakawa, Japão

Apartamento de Shisui e Jian || Shirakawa, Japão

MensagemJapao [#206650] por Shisui Kurosaki » 18 Ago 2020, 15:34

  • 5 Pts.
  • 9 Pts.
  • 12 Pts.
M O R A D O R E S


- Shisui Kurosaki
- Jian Yin-Lee
- Chiao Ming
- Wang Ji
- Guan Kurosaki Lee




C O M O D O S


Sala e Cozinha
Spoiler: Mostrar
Imagem
Imagem



Banheiro
Spoiler: Mostrar
Imagem



Quarto de Hospedes
Spoiler: Mostrar
Imagem



Quarto de Chiao Ming e Wang Ji
Spoiler: Mostrar
Imagem



Quarto de Shisui Kurosaki e Jian Yin-Lee
Spoiler: Mostrar
Imagem



Quarto de Guan Kurosaki Lee
Spoiler: Mostrar
Imagem
Editado pela última vez por Shisui Kurosaki em 18 Ago 2020, 15:57, em um total de 1 vez.
Spoiler: Mostrar
Imagem

Spoiler: Mostrar
Imagem
Shisui Kurosaki
Mundo Mágico
Avatar do usuário
Nakamoto Yuta
 
Reg.: 09 de Dec de 2012
Últ.: 30 de Jul de 2021
  • Mensagens: 39
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 5 Pts.
  • 9 Pts.
  • 12 Pts.

Postado Por: Mrs Halloween.


Re: Apartamento de Shisui e Jian || Shirakawa, Japão

MensagemJapao [#206651] por Shisui Kurosaki » 18 Ago 2020, 15:38

  • 1 Pts.
  • 13 Pts.
  • 59 Pts.
        Como rapidamente estava ficando mais do que claro, surpresas eram uma constante na vida ao lado de Shisui Kurosaki. O japonês simplesmente não podia resistir a elas, não podia resistir a fazer coisas que sabia que deixariam seus entes mais queridos felizes, e ver a expressão em seus rostos quando tais coisas eram relevadas.

        Sendo assim, aquela ocasião em particular não seria diferente. Bem como todo o planejamento de seu casamento, Shisui também trabalhara “na encolha” para aquilo, fazendo visitas e mais visitas a lugares em Shirakawa que fossem próximos o suficiente da casa de sua mãe – para amenizar a dor de ter um de seus filhos deixando definitivamente o lar – e finalmente encontrara o local ideia onde passar todos os seus dias ao lado do homem que amava e escolhera por companheiro.

        Não fechara o contrato completamente ainda – para o caso de Jian não aprovar sua escolha – mas já deixara tudo previamente ajeitado para o caso positivo.

        Recebera as chaves há alguns dias, e depois de arrumar tudo mal conseguira conter a empolgação em mostrar seu possível novo lar para Jian. Dissera então marido – e como era delicioso poder chamá-lo assim – que tinha uma nova surpresa para ele, e chegara até mesmo ao extremo de colocar uma venda em seus olhos para ter certeza de que ele não espionaria.

        Jian, é claro, já estava acostumado aquele jeito... “Excêntrico”... Do homem com quem se casara, mas ainda assim alguns protestos foram ouvidos, e algumas tentativas vãs de arrancar informações do mais novo foram proferidas.

        Shisui estava praticamente dando pulinhos no mesmo lugar, enquanto faziam o caminho até o prédio onde o apartamento se localizava, conduzindo seu amado pelas ruas. Somente quando chegaram até o local, e encontravam-se no centro da sala, é que Shisui pôs-se de frente para o chinês.

        — Eu sinceramente espero que você goste. Foi o mais próximo do que você queria que eu consegui encontrar. — E, com isto, finalmente retirou a venda dos olhos de seu amado, se afastando para deixar que ele contemplasse o cômodo. — Os moveis também são o mais perto daqueles que você gostou nas revistas que olhamos. Mas ainda podemos devolver tudo, inclusive a chave do apartamento, se não for o que você esperava.

        Ele aguardou, em expectativa, durante o total de dois segundos, antes de começar a falar novamente, já que estava empolgado demais para conseguir conter-se.

        — Você pode olhar tudo pra ter certeza. Temos essa sala, junto com a cozinha ali no canto, o banheiro fica pra lá, temos um quarto de hóspedes e, é claro, um quarto pros seus irmãos. Foram eles mesmo quem escolheram tudo. Eu disse que eles podiam pegar quartos separados, mas eles não quiseram. Sei que Chiao Ming já se formou e ele poderia querer o próprio lugar logo, mas achei que ele e Wang Ji devessem ter quartos aqui de toda forma, como já conversamos. Enfim, tem também o nosso quarto obviamente e aí... — Ele hesitou, por apenas um segundo, antes de continuar, com cuidado. — E aí tem um “cômodo surpresa”. Nesse eu fiz tudo sozinho, mas... Bem, você vai ver.

        E deixou então que Jian explorasse todo o apartamento, absorvendo cada uma de suas reações, até que chegassem ao tal “cômodo surpresa”, e ele hesitasse mais uma vez diante da porta.

        — Isso não precisa ser agora. — Começou. — Não precisa ser nem em um futuro próximo. Mas eu pensei que, quem sabe, talvez... Em algum momento, você pudesse querer...

        E deslizou para o lado, deixando que Jian adentrasse o novo local, para dar de cara com um quarto de bebe todo montado.

        Shisui recomeçou, nervosamente.

        — Sabe, aumentar a família. Comigo. Eu iria amar isso, e... Mas como eu disse, não é nada com o que precisemos nos apressar. O quarto é só um exemplo também, é claro, e você pode remodelar tudo como quiser, e também...

        E essa era a parte. A grande parte, maior do que toda a surpresa que fizera em si, e ele respirou fundo diversas vezes, antes de apontar para o “G” que ornamentava a parede.

        — E também eu pensei que, caso você queira, caso algum dia nós venhamos a ter um menino... Você pudesse gostar de chamá-lo de Guan, como o seu irmão.

        E dessa vez aguardou de verdade, prendendo a respiração, enquanto esperava pela resposta de seu marido.
Spoiler: Mostrar
Imagem

Spoiler: Mostrar
Imagem
Shisui Kurosaki
Mundo Mágico
Avatar do usuário
Nakamoto Yuta
 
Reg.: 09 de Dec de 2012
Últ.: 30 de Jul de 2021
  • Mensagens: 39
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 1 Pts.
  • 13 Pts.
  • 59 Pts.

Postado Por: Mrs Halloween.


Re: Apartamento de Shisui e Jian || Shirakawa, Japão

MensagemChina [#206655] por Jian-Yin Lee » 18 Ago 2020, 18:31

  • 17 Pts.
  • 10 Pts.
  • 131 Pts.
Imagem


”You’re the best part of my day”


Estar casado não era tão estranho quanto Jian achava que seria. Só parecia um pouco mais sem tempo do que gostaria. Mas aquilo não tinha nada a ver com o casamento, não é? Era culpa de seu novo cargo que, em uma engraçada coincidência, havia chegado junto com sua nova vida. Agora ele era chefe do departamento no qual apenas havia entrado para espionar um certo funcionário. Um certo funcionário que agora era seu marido. E tudo isso havia acontecido em pouco mais de um ano. Ele respirou fundo. Estava vivendo uma espécie de sonho e tinha medo de ser obrigado a acordar em algum momento.

Agora, em um dos poucos momentos livres que tinha com seu marido — e, céus! Como ele adorava chamar Shisui desse jeito, ainda que mentalmente — caminhava por algum lugar do qual não fazia a menor ideia de qual seria. Estava vendado, logo, não tinha a menor ideia do que lhe esperava. Shisui era ótimo com surpresas. Ótimo. E seu coração estava acelerado em antecipação. — Ainda falta muito? — Perguntou ciente de que Shisui não revelaria nada. Ouviu um girar de chaves e uma porta se abrindo e então os dois seguiram para dentro de algum lugar. O cheiro era forte de madeira nova e limpeza. Era cheiro de lar. Sentiu o nó se formando em sua garganta antes mesmo de parar junto ao marido e obter sua permissão para retirar a venda.

E quando retirou o que lhe impedia de ver, sentiu uma vertigem incontrolável ao olhar a sua volta. O nó só fez apertar e, mesmo que ele quisesse, não conseguiria dizer nada. Shisui estava nervoso. Ele sempre ficava ainda mais falante que o normal quando estava nervoso. Jian achava aquilo particularmente adorável. Mordeu o próprio lábio seguindo com ele para todos os cômodos que ele lhe apresentava. Era tudo tão... Adorável! Como ele ainda podia dizer que tudo poderia ser devolvido? Jian não queria que nada fosse devolvido! Céus! Até Chiao e Ji tinham um quarto só para os dois ali! Chiao havia feito questão de um quarto só? Jian tinha muito orgulho do rapaz que havia criado! Tão humilde! Com certeza devia estar pensando na economia que fariam se seguisse com apenas um quarto, já que sempre dividira mesmo o quarto com Ji.

E então veio o assunto do “cômodo surpresa”. Mais uma surpresa? Como um cômodo poderia ser surpresa? Ele piscou algumas vezes antes de olhar para o rosto de Shisui. Seu marido parecia ainda mais nervoso do que antes e aquilo só o deixava ainda mais curioso. Seguiu com ele por um dos corredores e, quando o outro rapaz abriu a porta e revelou o tal quarto secreto, Jian sentiu o nó atingir proporções inimagináveis em sua garganta. A mobília... O tema... O lugar... A primeira lágrima escorreu. Ele nunca havia imaginado que estaria em uma casa tão linda e que fosse dele e de seu marido. Mas, pelo visto, as coisas das quais ele nunca havia imaginado só fariam crescer.

As lágrimas deixaram seus olhos enquanto ouvia cada uma das palavras de Shisui. Cada uma das explicações dele. — É claro... É... É c-c-c-claro que eu quero constituir uma família com voc... — E então veio a sugestão de nome e ele não conseguiu proferir mais uma palavra sequer. Só chorar. Chorar como se sua alma fosse sair de seus olhos. Era de verdade? Era de verdade mesmo? Ele faria aquilo por ele? Faria aquilo por... Por seu irmão? Se jogou nos braços de Shisui e afundou o rosto em seu peitoral como se pudesse se fundir a ele. — Você não existe... Você não existe! — Murmurou de modo abafado, ainda entre soluços com o rosto abafado pela blusa do marido. — Você é bom demais pra poder existir, Shisui! Bom demais pra mim... Eu não mereço isso tudo! — E ele tremia como se fosse desmaiar a qualquer momento.
Imagem

Spoiler: Mostrar
Imagem
Jian-Yin Lee
Mundo Mágico
Avatar do usuário
Dong Si Cheng (WinWin)
 
Reg.: 23 de Feb de 2020
Últ.: 01 de Aug de 2021
  • Mensagens: 26
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 17 Pts.
  • 10 Pts.
  • 131 Pts.

Postado Por: Nick/Pinscher.


Re: Apartamento de Shisui e Jian || Shirakawa, Japão

MensagemCoreia do Sul [#214596] por Haneul Hyun » 31 Mai 2021, 13:55

  • 15 Pts.
  • 16 Pts.
  • 13 Pts.
        Haneul estava tão feliz que ele poderia chorar. O motivo? Finalmente as férias haviam chegado! E ok, eram apenas as férias de natal, que durariam apenas alguns dias e então ele estaria de volta ao inferno, mas pelo menos por enquanto ele estava livre! Livre como um elfo domestico que houvesse recebido um pedaço de roupa! Nada de acordar as quatro horas da manhã, nada de treinamentos malucos que mais frequentemente do que não envolviam mortes, nada de aulas tediosas! Apenas a mais doce e perfeita paz.

        — Ah, como eu senti a falta disso! De poder respirar um ar tão puro e delicioso! De poder fazer o que eu quiser! De poder dormir de verdade! De não precisar ficar com medo de ser assassinado o tempo todo! — Ele ia dizendo pra si mesmo, com lágrimas de emoção reais tomando os seus olhos.

        Sim, ele teria alguns dias de descanso do colégio militar, mas o mais importante de tudo era o fato de que ele finalmente, finalmente poderia ver seus irmãos e Yamato e esclarecer o mal entendido que ocorrera no inicio do ano, fazendo com que eles pensassem que Haneul havia se mudado pra Durmstrang por vontade própria, algo que ele obviamente jamais faria.

        Ele sentia tanta falta de cada um deles. Sentira todo o tempo que estivera longe, que parecia haver sido muito mais do que realmente fora. Era como se anos inteiros houvessem se passado e agora eles fossem completos estranhos. Será que já havia sido esquecido?

        Com todo seu coração ele torcia pra que não e foi aos saltos e pulinhos que fez o caminho em direção ao apartamento de seu maior crush nessa Terra, Shisui Kurosaki. Ah, como ele também sentira falta do rapaz mais velho. De ver aquele rosto lindo, aquele sorriso que só ele sabia dar... E assim Haneul estava quase suspirando quando finalmente chegou até a porta.

        Ele deu algumas batidas rápidas e logo foi atendido por aquele monumento delicioso, ganhando um daqueles sorrisos apenas pra si.

        — Olha só quem está aqui. É bom ver que Durmstrang não conseguiu acabar com você. — Brincou o irmão de seu melhor amigo e Haneul soltou um suspiro dramático.

        — Ah, eles tentaram Shisu-nii. Tentaram muito mesmo. E quase conseguiram diversas vezes. Nem sei como tive forças pra não sucumbir...

        Shisui soltou uma risada e então se afastou pra que ele entrasse.

        — Você veio ver o Yamato? Ele está no quarto brincando com o Guan.

        Haneul assentiu entusiasticamente e então fez o caminho indicado até o cômodo, sentindo seus olhos encherem-se de lágrimas mais uma vez assim que pousou os olhos sobre a figura conhecida.

        — YAMO-CHAN! — Ele berrou, tal qual a Sakura berrando pelo Naruto no arco de Pain. — A LIBERDADE FINALMENTE CANTOU!

        E se lançou na direção do rapaz mais velho, abraçando-o com toda a sua força enquanto soluços deixavam sua garganta.

        — Você tá me reconhecendo? Você sabe quem eu sou? Você sentiu a minha falta? Você ainda me ama? Eu ainda sou seu melhor amigo? Ou você fez outros amigos melhores enquanto eu estava tentando não morrer em Durmstrang? — Questionou, em uma torrente rápida de drama digno de qualquer novela mexicana. — Eu te reconheci assim que te vi, mesmo você tendo mudado tanto!

        Ele não mudara em absolutamente nada. Apenas alguns meses haviam se passado e ambos continuavam como sempre foram, mas é como diz o ditado... Com gente louca não se discute.
Haneul Hyun
3° Ano Romanov
Avatar do usuário
Byun Baekhyun
 
Reg.: 18 de Jun de 2016
Últ.: 01 de Aug de 2021
  • Mensagens: 126
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 15 Pts.
  • 16 Pts.
  • 13 Pts.

Postado Por: Mrs Halloween.


Re: Apartamento de Shisui e Jian || Shirakawa, Japão

MensagemJapao [#214615] por Yamato Kurosaki » 31 Mai 2021, 20:57

  • 6 Pts.
  • 11 Pts.
  • 44 Pts.
Imagem


”Oide oide saa tanoshii
Asobi wo hajimeyou!!!”

Parte I


— Quem é o princesinho do titio? Quem é? Hum? É você! — Ele falava feito um idiota em "nenenês" para o sobrinho que sorria um sorriso sem dentes em resposta. Estava completamente encantado por bebês desde... Bom... Desde sempre, mas depois do nascimento de sua filha Eevee aquilo havia se intensificado. Naquela tarde havia deixado ela em casa com Serena e sua mãe Chiyo para cuidar um pouco de Guan a pedido de Shisui que estava meio enrolado com coisas do trabalho, mesmo estando em casa. As coisas andavam estranhas entre ele e o marido desde o acidente com as acromantulas e parecia que seu emprego estava por um fio. Yamato não entendia bem o que estava rolando e não tinha forças para investigar ou tentar compreender os sinais que recebia, mas tinha certeza que seu irmão estava muito encrencado. Muito encrencado mesmo. Uma parte de si entendia perfeitamente e até concordava com seu cunhado: a vida de Shisui era preciosa demais para ser arriscada em missões suicidas como aquela que ele havia ido realizar e quase acabara morto. Por outro lado, ele entendia que criaturas mágicas eram a vida de seu irmão mais velho e impedi-lo de trabalhar com aquilo seria como impedi-lo de respirar. E, bem... Quando uma pessoa não respira ela... É. Pois é. Nenhum quadro parecia satisfatório o bastante. Era uma situação complicada.

— Faz o favor de não ficar complicado quando crescer, Guan... Adultos são um porre. — Advertiu o menino enquanto o retirava dos próprios braços e o deitava no berço. Mais uma risadinha seguida de uma piscadela. Ele quase poderia afirmar com certeza que Guan gostava dele. Assim como Eevee também. Mas era inseguro demais então jamais estaria cem por cento certo daquilo. — Amanhã vou trazer a Eevee pra te ver. É que ela está meio gripadinha e como tá frio lá fora foi melhor deixar ela em casa com a mamãe dela e com a minha. — Ele tentava ignorar o fato do pai permanecer em coma sem muita melhora. Aquela era mais uma das muitas complicações que se estendiam a sua volta e ele estava muito cansado. Física e mentalmente. — Você tá com fome, bebê? Você comeu ainda agora... — Ergueu uma das sobrancelhas quando Guan pareceu querer fazer cara de choro. — Esse é dos meus! — Sorriu satisfeito ouvindo a barriguinha dele roncar após o término da pergunta. Yamato era um poço sem fundo quando o assunto era comida. Era de se orgulhar que seu pequeno sobrinho tivesse o mesmo dom que ele. — Vou buscar alguma coisa pra gente, miúdo. Me espera quietinho aqui, beleza? — Piscou de volta para ele e se voltou na direção da porta de saída do quarto.

Mas nem deu tempo dele conseguir processar a imagem da porta. Um vulto difícil de discernir veio com tudo em sua direção e se jogou em seus braços. Por um segundo pensou que estava sendo atacado. Por um segundo pensou que estava morto. Por um segundo quase gritou feito um bebê assustado. Mas aí veio o outro segundo e ele o reconheceu. Seu melhor amigo. Seu melhor amigo do mundo inteiro. O menino que havia ido para Durmstrang no início do ano e o deixara sozinho com Hansol em Beauxbatons. — Ah, viado! Não brinca? Não acredito que você tá aqui! — Ele fechou os olhos correspondendo ao abraço e o rodando várias e várias vezes no ar mostrando que havia ganhado uma considerável nova quantidade de massa muscular, embora quem estivesse no colégio militar fosse o outro. — É claro que eu te reconheço! Senti sua falta seu imbecil! Durante cada maldito segundo! Mas Hansol me contou da treta que rolou lá com seus pais. Eles descobriram que você tinha beijado ele e o HJ e separou vocês de escola né? Me conta como tão as coisas em Durmstrang. Viu que o Mitsuki tá lá também? Vocês estão na mesma dinastia? Tem cuidado dele pra mim? — Yamato falava tão rápido que era difícil de acompanhar, até para ele próprio. Haneul que se virasse para organizar aquele questionário e respondê-lo de uma forma que fizesse sentido.


Interação com: Haneul Hyun e Guan Kurosaki
Editado pela última vez por Yamato Kurosaki em 31 Mai 2021, 21:04, em um total de 1 vez.
Imagem

Spoiler: Mostrar
Imagem

Imagem


Imagem



Spoiler: Mostrar
Imagem
Yamato Kurosaki
Monitor Chefe Beauxbatons
Avatar do usuário
Park ChanYeol
O que que eu tô fazendo aqui?
 
Reg.: 19 de Oct de 2018
Últ.: 01 de Aug de 2021
  • Mensagens: 598
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 6 Pts.
  • 11 Pts.
  • 44 Pts.

Postado Por: Nick/Pinscher.


Re: Apartamento de Shisui e Jian || Shirakawa, Japão

MensagemCoreia do Sul [#214649] por Haneul Hyun » 01 Jun 2021, 12:59

  • 3 Pts.
  • 11 Pts.
  • 56 Pts.
        Felizmente àquela altura da vida Yamato certamente já estava mais do que acostumado com seu jeito... Peculiar... De ser e não pestanejou em abraçá-lo de volta, chegando até mesmo a rodopiá-lo no ar. Haneul, sendo a pessoa completamente emocionada e sem freios que era, passou suas pernas em torno do amigo e prontamente depositou uma sequencia de beijos por seu rosto, por muito pouco não fazendo o mesmo em seus lábios, refreando-se no último segundo. Não porque ele visse nada demais nisso, afinal um “selinho de brother” totalmente “no homo” não fazia mal a ninguém e lhe era totalmente normal e aceitável, mas porque talvez, apenas talvez a praticamente-esposa do Kurosaki pensasse diferente.

        Isso também não o teria impedido normalmente – considerando-se quão emotivo ele estava e como estava acostumado a fazer tudo que bem lhe viesse na telha sem pesar as consequências ou realmente pensar antes de agir – mas ele ainda se lembrava vividamente do ataque de ciúmes que Serena Adams dera nas carruagens no ano anterior, quase matando o pobre coitado que os trigêmeos haviam pagado pra pregar uma peça em Yamato. E se tinha uma coisa a que Haneul ainda dava valor, era a sua vida.

        — Yamo-chan! Você sentiu mesmo a minha falta? — Perguntou por fim quando finalmente se desprendeu do outro rapaz, em um tom extremamente meloso. — Eu também senti a sua! Eu falei com a sua mãe e ela me disse que você estava aqui e eu vim direto pra cá antes de qualquer coisa! Eu precisava ter certeza de que você não tinha me substituído e de que você soubesse que eu não te deixei por vontade própria!

        O que era bastante engraçado, considerando-se que ele e o Kurosaki haviam estudado em escolas diferentes – Haneul em Beauxbatons e Yamato em Hogwarts – durante dois anos e haviam passado apenas o letivo anterior juntos. Ele já deveria estar mais do que acostumado a ver o amigo somente nas férias, mas aí estava, fazendo todo esse drama.

        De toda forma, Yamato aparentemente já estava por dentro do que havia realmente acontecido pra que Haneul fosse mandado pra Durmstrang e o mais novo soltou um suspiro pesado.

        — Sim! Você pode acreditar nisso?! Me mandaram pra morrer congelado na Rússia só porque eu dei uns beijinhos por ai! O que é que tem demais nisso?! Se fosse realmente tão terrível assim beijar meus próprios irmãos Deus não os teria feito tão gostosos! Fala a verdade Yamato, você não beijaria o Shisui?! Se ele fosse meu irmão, eu... — E soltou um novo suspiro, dessa vez, sonhador.

        E se Yamato achava que ele próprio falava rápido demais pra se acompanhar, certamente ele não conhecia seu amigo tão bem assim afinal, já que Haneul sim era a própria metralhadora.

        — Como estão as coisas em Durmstrang?! Como estão as coisas em Durmstrang?! Estão simplesmente horríveis, é como elas estão! Eu fui convencido de que o inferno realmente existe e fica naquele instituto maldito! Eles nos fazem treinar o tempo inteiro, nos acordam as quatro da manha todos os dias, tentam nos matar de todas as formas! É tudo um enorme pede pra sair! — Reclamou e reclamou, antes de se acalmar subitamente. — Sim, eu e o Mikki estamos na mesma dinastia, mas ele não me dá muita bola. Ele passa a maior parte do tempo com esse garoto cujo nome eu não gravei...

        Então de repente, sua expressão tornou-se completamente séria. Séria de um jeito que lhe era totalmente atípico e que quase nunca seria vista partindo dele.

        — Yamato, falando sobre família... Eu sinto muito. Eu sinto muito mesmo. Por não ter podido estar lá pra você quando as coisas aconteceram. O seu pai, e o Shisui. Deve ter sido tão difícil e assustador... Ainda deve estar sendo. Quando eu fiquei sabendo eu... Foi horrível. Por um lado, foi horrível porque eu também não queria que nada acontecesse a eles e por outro foi horrível porque eu não podia te ajudar e não conseguia parar de pensar em como você estava. Eu sei como você normalmente reage a esse tipo de situação e eu espero... Eu espero que você tenha tido o apoio de outras pessoas e que possa me perdoar por não eu não ter podido oferecer o meu.
Haneul Hyun
3° Ano Romanov
Avatar do usuário
Byun Baekhyun
 
Reg.: 18 de Jun de 2016
Últ.: 01 de Aug de 2021
  • Mensagens: 126
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 3 Pts.
  • 11 Pts.
  • 56 Pts.

Postado Por: Mrs Halloween.


Re: Apartamento de Shisui e Jian || Shirakawa, Japão

MensagemJapao [#215158] por Shisui Kurosaki » 23 Jun 2021, 03:31

  • 7 Pts.
  • 19 Pts.
  • 37 Pts.
        Mesmo com todo seu otimismo natural, era impossível pra Shisui não admitir que as coisas não andavam lá muito boas. Não bastasse o fato de seu pai ainda estar em coma e sua mãe piorando cada vez mais, desde que ele sofrera o próprio fatídico acidente o clima entre ele e seu marido estava tenso e pesado.

        Não era como se o Kurosaki não entendesse o lado de Jian, afinal, ele realmente teria morrido não fosse pela interferência do mais velho. Ele o amava e quase o perdera da exata mesma forma terrível em que perdera o irmão anos antes. Quase fora deixado pra cuidar totalmente sozinho do bebe que haviam adotado da exata mesma forma terrível em que fora deixado pra cuidar de seus dois outros irmãos anos antes. Certamente fora uma experiencia dolorosa e assustadora pela qual ele não suportaria passar novamente. Shisui compreendia isso.

        Mas...

        Fazer o que ele fazia era uma de suas grandes paixões. Ele amava cada uma das criaturas que ajudava a salvar. Ele era bom nisso e elas precisavam dele. Ele simplesmente não saberia como não fazer isso. Seu trabalho era uma parte essencial de si mesmo, que fazia com que ele fosse o Shisui que era.

        Ele não queria machucar Jian ainda mais ou brigar com ele, portanto quando o marido e chefe o tirara do campo e o colocara pra trabalhar em casa, ele simplesmente aceitara. Seria apenas temporário, ele havia pensado. Só até que o outro se acalmasse e voltasse a confiar nele. Mas o tempo fora se arrastando e arrastando até que as semanas virassem meses, sem quaisquer sinais de que a situação mudaria, deixando-o mais e mais ansioso.

        Ele precisava consertar isso. Precisava consertar as coisas. Mas ainda mais importante do que dar um jeito em seu trabalho, ele também precisava dar um jeito em seu casamento. Jian era o grande amor de sua vida e ele não tinha quaisquer intenções de perdê-lo. Ele o amava, ele o amava completamente e não gostava de se sentir cada vez mais distante dele. Como se fossem apenas dois estranhos que viviam sob o mesmo teto.

        Já fazia muito tempo desde que os dois haviam tido uma noite só pra eles e feito mais do que trocar apenas alguns beijos e abraços e ele sentia falta de ter o rapaz mais velho em seus braços como sentiria falta do ar caso não pudesse mais respirá-lo. Ele queria perder-se no calor e no sabor do outro e esquecer todos aqueles problemas enquanto o escutava dizer coisas ininteligíveis em chines ao seu ouvido.

        E foi com esse pensamento que ele aguardou uma noite em que seu cunhado estivesse fora e pediu pra seu amigo e vizinho Mikaela cuidar de Guan. Então ele aguardou mais um pouco até ouvir o marido saindo do banho e se dirigindo ao quarto que dividiam pra se trocar.

        Com o coração aos saltos, encaminhou-se também até o cômodo, parando por um momento pra apreciar a figura de Jian coberta apenas pela toalha. Seu coração disparou ainda mais, como se aquela fosse a primeira vez que estivesse vendo-o dessa forma. Sempre parecia ser, de qualquer maneira.

        — Você é tão lindo. — Ele não resistiu em dizer, enquanto se aproximava e o abraçava por trás, o puxando contra o próprio peito e enchendo sua nuca, ombros e pescoço de beijos. — Aishiteru yo.

        Então, o girou de modo que este ficasse de frente pra si, abrindo um enorme e característico sorriso.

        — Sei que as coisas não andam as melhores do mundo, mas... Será que podemos esquecê-las só por essa noite? Onegai? E caso não seja pedir demais, aceitaria também a minha ajuda pra “se secar”?
Spoiler: Mostrar
Imagem

Spoiler: Mostrar
Imagem
Shisui Kurosaki
Mundo Mágico
Avatar do usuário
Nakamoto Yuta
 
Reg.: 09 de Dec de 2012
Últ.: 30 de Jul de 2021
  • Mensagens: 39
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 7 Pts.
  • 19 Pts.
  • 37 Pts.

Postado Por: Mrs Halloween.



Voltar para Ásia

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante