Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Anotações importantes Ivan Shuisky 4378 20/07/2021 às 02:33:17
Entrevista com um bolinho Ivan Shuisky 4041 28/06/2021 às 20:30:35
Sabe aquele negódio de "não sei o que dizer, só sentir"? Por aí Ivan Shuisky 4160 21/06/2021 às 01:10:49
Pra começar do começo Ivan Shuisky 4267 19/06/2021 às 00:47:52
Ano 2 Sophie Agger Karhila 9270 16/01/2021 às 17:17:16

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Dots To Lines | Birmingham, UK

Dots To Lines | Birmingham, UK

MensagemItalia [#197003] por Yelena Sansone » 18 Fev 2020, 22:09

  • 10 Pts.
  • 11 Pts.
  • 150 Pts.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Dots To Lines
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


    Na cidade de Birmingham está localizado o estúdio de tatuagem e body piercing. Antes de entrarem no local, é possível notar como o ambiente é espaçoso e aconchegante. Há uma mesa de sinuca para a diversão dos clientes e amigos que estiverem os acompanhando. Também há um bar, no canto inferior direito do recinto, com bebidas alcoólicas ou não, servidas por Cara, a bartender. A área de espera possui muitas poltronas confortáveis e de couro preto, pelas paredes, há muitos quadros pendurados dos mais diversos desenhos que podem servir de sugestão para tatuagens. As lâmpadas penduradas por fios deixam o lugar ainda mais despojado. As salas dos tatuadores são personalizadas de acordo com a personalidade de cada um deles, o mesmo vale para os body piercing. A equipe é formada por Yelena Sansone [Tatuadora e Proprietária], Paul Bourgeois [Tatuador e Proprietário - NPC], Ella Baldwin [Tatuadora - NPC] e Liv Perkins [Body Piercing - NPC]. No Dots To Lines é possível fazer tatuagens trouxas e bruxas, e para estes, existe uma senha que só pode ser vista por aqueles que possuem o dom da magia. O número “42” estará marcado na parede com o auxílio de algum feitiço e o cliente só precisará dizer uma frase com o número, e que faça sentido.


    Note: Como não temos muitas notícias a respeito das tatuagens bruxas, como por exemplo, a marca negra, fica por livre interpretação daquele que for tatuado qual o efeito da tattoo que estará em seu corpo.


    [ESTAMOS CONTRATANDO]
    Body Piercing
    Tatuadores


Yelena Sansone
Mundo Mágico
Avatar do usuário
P!nk
"You gotta get up and try, and try, and try"
 
Reg.: 04 de Dec de 2019
Últ.: 16 de Jan de 2022
  • Mensagens: 9
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 10 Pts.
  • 11 Pts.
  • 150 Pts.

Postado Por: Lay.


Re: Dots To Lines | Birmingham, UK

MensagemItalia [#219017] por Yelena Sansone » 24 Nov 2021, 23:34

  • 8 Pts.
  • 8 Pts.
  • 96 Pts.
True Love


Pode me rabiscar à vontade, tia. — Disse Nina com um sorriso no rosto, algo que contagiou Yelena.

Era a sua primeira sobrinha e também sua afilhada. Estava toda boba sim em ser a tatuadora da primeira tatuagem dela. Era algo que já esperava, só não esperava que a menina se tornasse adulta tão rápido.

Se doer muito, me avise. — Avisou, ligando a máquina, pronta para começar a traçar o desenho sobre a pele alva da mais nova. Amava seu trabalho e graças às deusas, dificilmente sua agenda ficava vazia. Mas era ainda mais gratificante tatuar seus familiares. Afinal, os Sansone vinham de uma família retrógrada demais, depois de todos aqueles anos, seus pais ainda não aceitavam seu trabalho. Sentia vontade de revirar os olhos a cada vez que recebia cartas com alguma alfinetada. Não acontecia apenas com ela, mas também com Fellipa, Giordana, Romeo e Nill… nenhum dos filhos de Antonella escapavam de suas garras, mas também não se deixavam envenenar.

Tio Paul, a próxima é com o senhor. Não fica com ciúmes, está bem? — Ele estava parado na porta de sua sala e sorriu. — Eu acho bom mesmo. — Havia certa marra em sua voz, mas era nítido que estava brincando. — Ele está assim porque eu vou fazer a primeira tatuagem da Trix, não é, filha? — Direcionou o olhar para sua menina e piscou, apenas para implicar com o esposo. Adorava ter a companhia da garota nos dias de férias e estava mais que feliz por tê-la de volta. Finalmente as férias do instituto haviam chegado, trazendo sua garotinha — que já não era tão garotinha assim — para seus braços novamente. — Eu não vou falar nada. — Mesmo não olhando para ele, Lena podia imaginar o bico que fazia. — Sto scherzando, amore mio. — Deixou a caneta de lado por um breve instante apenas para respondê-lo e piscar para ele também. Só não lhe mandou um beijo porque estava de máscara.

Fellipa estava sentada no confortável sofá que estava encostado contra a parede inferior e ria com diversão. O silêncio postergou por um momento até que a Giovanardi o quebrou. — Eu tenho uma novidade. — Yelena olhou para Nina que parecia mais feliz que antes. — Desembucha. — Pediu a mais velha, já ansiosa e levemente preocupada com o que a irmã havia feito. Lipa tinha fama de ser impulsiva e isso era preocupante em determinadas situações, mas… pelo jeito, era algo bom. Ela só não gostava do suspense que estava sendo feito e ao olhar de soslaio para a irmã, percebeu sua felicidade. — Fala logo, pelo amor de Melusine. — Não podia encará-la, mas estava com os ouvidos atentos ao que quer que fosse contar.

Os papéis da justiça sobre a guarda da Coraline saíram, eu vou ser mãe de novo. — Os olhos de Yelena se tornaram uma linha fina, largo era seu sorriso. Mas como não podia exibi-lo com a boca, o fez com os olhos. — Eu vou ser tia de novo? — Sussurrou emocionada e recebeu um aceno e um sorriso contagiante da loira. — Isso é injusto, não deveria me contar assim. Quero te dar um abraço e não posso. — Respirou fundo e tornou a se concentrar no que estava fazendo. A tatuagem de Nina era simples, mas queria deixá-la impecável. — E quando ela vem? Quantos anos ela tem mesmo? — Era algo que Fellipa lutava por um bom tempo e finalmente havia conseguido. — Depois de amanhã!!! Eu não aguento mais esperar. — Comentou sem deixar de rir. — E ela tem quatorze anos, da idade da Trix. — Internamente, Yelena começou a criar esperanças. Queria que a filha tivesse mais amigos e até que ela vinha se esforçando bem. Nunca recebeu uma carta com mais de um nome e com palavras positivas que não fossem o seu ou o de Paul. As últimas missivas tinham o nome de Cecily, Marin e Joshua, e mal podia esperar para conhecê-los. — Já quero conhecê-la. Precisamos reunir a família para esse evento. — Há alguns dias não tinha contato com Nill e Romeo, mas sabia que estavam bem.

E iremos. Não tenha dúvida. Só não sei se devo chamar a mamãe… quero paz. — Confessou em meio a um suspiro. — Paz e Antonella é exigir demais das forças da natureza. Se levar o velho então… fodeu. — Paul ainda estava ali e não deixou de dar seu ponto de vista sincero e esclarecedor, fazendo Nina gargalhar. — Não se mexe. — Avisou, apesar de querer rir também. Mas estava tão acostumada a se controlar enquanto trabalhava que não se desconcentrou. — Okay, começou a doer. — Reclamou Nina. — E estamos tatuando em cima do osso, aí vai doer um pouquinho mesmo. — E não tinha como parar. — Pretty hurts, filha… — Avisou Fellipa.

Hey, Trix, já pensou na sua primeira tatuagem? — Nina tentou se distrair em meio a caras e bocas enquanto a agulha se arrastava em sua derme. Ainda teriam algumas horinhas pela frente. — E eu quero saber mais da Cora... sou toda ouvidos.



Com: Joana Beatrice Sansone Bourgeois, Fellipa e Nina Giovanardi (NPC’s) e Paul Bourgeois (NPC).
Citando: Coraline, Romeo e Nill Sansone.
Notas: Surprise! <3
SAP¹: “Estou brincando, meu amor”
 
Yelena Sansone
Mundo Mágico
Avatar do usuário
P!nk
"You gotta get up and try, and try, and try"
 
Reg.: 04 de Dec de 2019
Últ.: 16 de Jan de 2022
  • Mensagens: 9
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 8 Pts.
  • 8 Pts.
  • 96 Pts.

Postado Por: Lay.


Re: Dots To Lines | Birmingham, UK

MensagemFranca [#219127] por Joana Beatrice Sansone Bourgeois » 28 Nov 2021, 19:27

  • 2 Pts.
  • 4 Pts.
  • 28 Pts.
Imagem

DON'T CALL ME JOANA, I'M TRIX. JUST TRIX, BABE!
So are you watching me? If you thought I'd leave then you were wrong

01



- Tio Romeo vai me levar, assim não corro riscos deles ficarem lá. - Comentou aos sussurros, como se aquilo fosse uma grande travessura. E talvez fosse mesmo, já que era a primeira vez que a menina poderia ir a um evento sozinha. Estava feliz por retornar para casa e ver as meninas do fandom cuja amizade era praticamente virtual. Não era simples para a ruivinha convencê-las que sua escola era fora do país e muito rigorosa quanto ao uso de eletrônicos, não nos dias atuais. Mas contava com ajuda de sua mãe para se manter informada na medida do possível. – Eu seiiiiii. Meu coração chega a estar batendo rápido!!! 19h eu vou estar lá. Agora preciso desligar porque vou pro estúdio. Tia Lipa e a Nina vem pra cá. Até mais! - Desligou o aparelho e colocou dentro da maletinha de esmaltes recém-adquirida. Nunca tinha ligado para essas coisas, no entanto, aquele dia excepcional requeria novos protocolos. Joana não conseguia pensar em nada mais que Billy Leriff e o show da 2WN de logo mais.

Abraçou a tia e a prima, observando o quanto Nina estava diferente e bonitona. Não parecia mais aquela prima que gostava de brincar com ela há algum tempo. Joana ficou bastante sem graça com aquilo, sentia-se uma pirralha no meio dos adultos, principalmente porque era justamente o dia da primeira tatuagem da garota. Respondeu a breves perguntas sobre estar gostando de Durmstrang e outras trivialidades e foi para a poltrona do canto, onde começou a pintar suas unhas de vermelho. Já tinha lido em uma revista que vermelho era a cor favorita de Billy, assim como bala de hortelã e cheiro de morango – o que foi prontamente providenciado com um hidratante. Ouvia a conversa, mesmo parecendo muito concentrada em seus afazeres. Não tinha muito cacoete para se arrumar e por isso cada detalhe era essencial. Nada poderia sair do script naquela noite.

Mããããe!! – retrucou com ela quando a viu implicar com seu pai sobre quem faria sua primeira tatuagem. Joana estava realmente tentada a fazer duas ao mesmo tempo só para que eles nunca jogassem na cara um do outro (e nem dela mesma) a decisão de quem seria o primeiro. Foi quando tia Lipa anunciou que tinha uma novidade e isso fez com que seu olhar saísse de seu polegar esquerdo e fosse diretamente para ela. A família não costumava ter muitas “novidades”, parecia ser algo sério. E então a notícia. Assim, diretamente. Nina ganharia uma irmã... E com a idade de Joana. O calor pareceu se dissipar das mãos da mais nova de repente. Ela sorriu, por pura gentileza, mas tinha muito receio do que a chegada do novo membro podia ocasionar. Ela não era muito boa com outras pessoas... Mas se era uma filha da tia Fellipa, não tinha muito com o que se preocupar. Ou pelo menos era isso que ela repetia para si mesma mentalmente.

Eu quero fazer um dragão de fogo... Tentei desenhar alguma coisa, mas ainda não ficou do jeito que eu quero. – Disse baixinho assim que Nina chamou sua atenção. – Eu gostei muito do desenho da sua... Você tem bom gosto. – seu habitual sorriso de lado fez com que as covinhas aparecessem. Não conseguia tirar a ideia de imaginar ganhar uma prima da sua idade.

Ela vai estudar em qual escola, tia? – Questionou tentando não demonstrar nervosismo. Gostaria muito que não fosse Durmstrang, mas ao mesmo tempo não queria que a Coraline sofresse o que ela sofreu quando foi para as outras duas. – Não é Beauxbatons, né? Por favor, não faça isso com ela! – prontamente se adiantou. – E eu estava feliz imaginando que só teríamos que ver a vovó daqui algumas semanas. A gente não pode fazer uma primeira recepção antes de jogar a menina para os lobos?





A D D S
Music: Família linda <3
Imagem
Joana Beatrice Sansone Bourgeois
Monitor Chefe Durmstrang
Avatar do usuário
Lari Lourenço
Just Trix, babe!
 
Reg.: 04 de Apr de 2019
Últ.: 04 de Jan de 2022
  • Mensagens: 43
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 2 Pts.
  • 4 Pts.
  • 28 Pts.

Postado Por: Marj.


Re: Dots To Lines | Birmingham, UK

MensagemItalia [#219768] por Yelena Sansone » 08 Jan 2022, 00:20

  • 17 Pts.
  • 18 Pts.
  • 80 Pts.
True Love


Por um breve momento, Yelena encarou a filha com travessura ao ouvir a resposta sobre jogar a nova prima aos lobos. Mas era bem verdade. Nem queria imaginar qual seria a impressão de Antonella ao saber que um de seus adoráveis filhos estava adotando uma criança órfão. Aos olhos da mais velha, talvez isso não fosse tão boa ação assim, sem falar na enxurrada de críticas que viria quanto a fisionomia da menina. Afinal, Cora não havia nascido na Itália e ninguém fazia ideia de sua linhagem sanguínea. Em meio a um suspiro, Lena riu, balançando a cabeça negativamente, mas concordava com a ideia. Cora não precisava ficar traumatizada porque isso, definitivamente, ainda ia dar o que falar.

Eu nem sei como contar à mamãe… — Fellipa respondeu Trix no mesmo instante que Nina sibilou de dor. — Desculpe. — Lena falou, sentindo dó da garota, mas sem parar de mover sua caneta. — Ela estuda em Beauxbatons, mas vai ser transferida para Hogwarts. — Falou Nina, pressionando as mãos no apoio da cadeira. — Já falei com minha mãe, a garota não precisa sofrer mais. Casa nova, escola nova, vida nova. — Lena não entendia porque a nova geração não gostava de Beauxbatons. Teve muitos momentos bons na academia francesa, afinal, foi lá que conheceu o homem da sua vida.

Fellipa suspirou ruidosamente com a resposta da filha. — Enfim… a Cora é uma garota incrível. Ela fala muito. Muito mesmo e às vezes até me perco porque é muita informação em tão pouco segundo, mas é adorável. — Fellipa disse de um jeitinho carinhoso. — Ela está vindo da Escócia, a conheci completamente por acaso. Lembra? Me pedindo um emprego no Palazzo. — Yelena se lembrava bem dessa parte, ao que ergueu a cabeça, com os olhos semicerrados, rindo daquele detalhe. — Eu queria muito ter visto a sua cara. — A mais velha respondeu e tornou a se concentrar no desenho que terminava de fazer sobre o ombro de Nina. — Quem viu foi Tyala… nossa… — A irmã ria com a lembrança.

E bem... com a demora do processo, achei que nem fosse conseguir, sendo bem sincera. Vou pegá-la na quinta-feira de manhã com o Andrea. — Fellipa disse, fazendo com que sua irmã sorrisse por detrás da máscara. — Então… vamos fazer a recepção sim, Trix. Vou precisar da sua ajuda… ela tem sua idade, o que acho que vai ser alguém em que ela vai confiar. Se ela não gostar de ficar comigo e quiser ir embora, ia querer que me contasse… faria isso por mim? — Yelena pausou a caneta mais uma vez. — Não se mexe. — Disse para a afilhada e depois encarou a irmã. — Deixa de bobeira. Eu duvido que ela vá querer te abandonar, para de criar coisas mirabolantes e sofrer por antecipação. Está me ouvindo? — Esperou que a irmã lhe encarasse e com um biquinho, como de quem ia prender o choro, ela consentiu. — Ótimo. Paul, dá um abraço na Fellipa. — A tatuadora pediu antes de se concentrar de novo.

Com um sorriso brincalhão e braços abertos, Paul se aproximou da comadre e a abraçou. — Pronto, pronto, bebê não precisa se preocupar mais. Vai ficar tudo bem. Sua filha não vai fugir não. — Ele usava uma voz ridiculamente abobalhada para tratar Fellipa que chorou enquanto estava encostada nele e secou as lágrimas com a ponta dos dedos com rapidez. — Nina fugiu? Não; Ela podia. Claro! E ainda pode, aliás. As portas da minha casa estão abertas para você, sempre que precisar. Sempre. — Sussurrou a última palavra, recebendo um tapa no ombro de Fellipa que o empurrou. — Hey! — Ela exclamou, rindo. Era difícil alguém se zangar de verdade com Paul e quando acontecia, não durava muito.

Yelena só não riu porque precisava me manter atenta à tatuagem que fazia em Nina. Ela havia escolhido uma bem delicada, mas com muitos detalhes e num excelente local. Ficaria bem visível, ainda mais com ela que vivia usando roupas de alça. Calmamente, a mão de Yelena passeava com a caneta sobre a derme, de um lado para o outro. O tempo passava e apesar de não encarar seu derredor, ouvia com diversão a conversa que se seguia de Nina, Fellipa e Nina. A chegada de Cora faria muito bem a todos e faria bem a Trix. Ainda que sua caçula estivesse, enfim, conseguindo ter amigos na escola, sabia que o irmão mais velho fazia falta. O tempo todo. Seria uma ferida que nunca cicatrizaria entre eles.

AI! — A Sansone chiou. — Mas que escandalosa! — Comentou sem parar de pintar. — Estamos quase acabando, lindinha. — Lena não percebeu quanto tempo havia se passado, mas estava tendo muito êxito no que fazia. — Só mais um pouquinho. — Tentava acalmar a mais nova que estava impaciente. O pouquinho levou mais ou menos mais dez minutos para então Yelena largar o aparelho. — Pronto. — Disse, dando um suspiro de alívio e passando as costas das mãos na testa para secar algumas gotículas de suor que surgiram. — Vislumbre sua primeira tatuagem. — Disse, entregando um espelho a afilhada que sorriu com o resultado. Os olhos de Nina cintilavam, dando a Yelena o resultado que gostava de ver nas pessoas que tatuava. A emoção de algo que estava bem feito.

Perfeita. — A ex-lufana respondeu.

Lena passou um pouco de pomada, protegeu a tattoo e só então deu a Nina a liberdade para se erguer. — Cuide bem dela. Ouviu? — Seu tom era sério enquanto lhe entregava um tubinho com pomada para que tratasse em casa. — Pode deixar, tia. Muito, muito, muito obrigada. — Yelena também se levantou e recebeu um beijo no rosto da garota, algo que a fez rir. — Eu que agradeço a honra. — Disse, retribuindo o beijo, mas sem toda a demora. Aproveitou para se esticar um pouquinho e estalar o pescoço e os dedos da mão. — “Eu que agradeço a honra.” — Paul retornou, lhe imitando e bufando em seguida. Lena revirou os olhos e sorriu outra vez, enquanto descartava as agulhas e limpava a máquina, além de colocar suas coisas no lugar. Sua próxima tatuagem seria em… encarou o relógio. “Meia hora”, falou mentalmente.

Vamos comer, menina que vai ao show do Two Weeks in Nashville? — Falou com diversão, olhando para Trix.



Com: Joana Beatrice Sansone Bourgeois, Fellipa e Nina Giovanardi (NPC’s) e Paul Bourgeois (NPC).
Citando: Coraline Sansone Giovanardi, Antonella Sansone (vovó, NPC) e Tyala (NPC, Dan).
Nota¹: A tattoo da Nina é essa aqui!
Nota²: Amo que amo! <3
 
Yelena Sansone
Mundo Mágico
Avatar do usuário
P!nk
"You gotta get up and try, and try, and try"
 
Reg.: 04 de Dec de 2019
Últ.: 16 de Jan de 2022
  • Mensagens: 9
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 17 Pts.
  • 18 Pts.
  • 80 Pts.

Postado Por: Lay.



Voltar para Agência de Empregos

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes