Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Ano 2 Sophie Agger Karhila 3538 16/01/2021 às 17:17:16
Ano 1 Sophie Agger Karhila 3457 16/01/2021 às 17:14:25
xxxxxxxxxxxxx Viviane LeFay 3601 13/01/2021 às 16:47:07
O Anjo Viviane LeFay 3586 13/01/2021 às 16:42:40
Viviane & Kiefer Viviane LeFay 3532 13/01/2021 às 16:34:25

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Hotel The Lanesborough

Moderadores: Conselho Internacional, Confederação Internacional dos Bruxos, Special Confederação Internacional dos Bruxos

Re: Hotel The Lanesborough

MensagemInglaterra [#213572] por Pandora Aubrey Rosenkrantz » 17 Abr 2021, 23:24

  • 14 Pts.
  • 19 Pts.
  • 94 Pts.
Ela deixou para trás o deslize dele, sabendo que não era tão fácil para alguns entenderem a sua aversão. Ele era um dos pouquíssimos que ela ainda via do outro mundo, ainda mais por saber bem que esse choque de realidade neles doía. Ela escolhera viver um mundo completamente diferente e que lhe era extremamente reconfortante. Por isso, Aubrey sorriu para ele, agradecendo por estar sendo sincero com ela. Sabia que estar em Londres era uma tolice, mas ela tinha conseguido de alguma maneira manejar o estresse de ali estar com todos os problemas que havia passado. - Nostálgico? Eu me preocupo com a próxima maquete! Eu queria muito aquele cargo naquele escritório de arquitetura. Quem sabe eu não possa projetar a sua próxima casa. Ao modo mais legal e moderno que temos. - Ela sorriu para ele, piscando divertida enquanto colocava em seu celular um sinal para seus amigos de onde ela estava. Garantindo que, caso acontecesse algo com eles, ela poderia simplesmente ter a policia acionada por ela. Nada contra Andrew. Ele era um ótimo amigo. Ela não confiava aonde ela estava e a exposição dela.

O belo restaurante a fez sorrir. Os detalhes do espaço a deixava muito extasiada com a situação, os garçons se movendo com precisão e isso a fazia ter certeza de que teria uma ótima comida. Ela tinha aprendido a cozinhar, mas com certeza aquela proposta de gastarem o dinheiro do pai de seu melhor amigo a fez rir. - Podiamos pedir algum tipo de torta ou talvez algo mais chique da realeza. - Ela comia coisas simples, ainda mais porque não podia gastar muito dinheiro e muito menos gastar em restaurantes chiques. - Eu gosto muito desta ideia e agradeço muito desta festividade, mas não trará nenhum mau olhado, não é? Quero terminar isto com louvor. - Riu animada, caminhando com ele ao seu lado, sentando-se no local escolhido e pensou sobre a opção se queria com álcool ou não. Aubrey se aproximou dele e sussurrou - Eu aceitarei o que tiver. Eu pago vinho barato, Drew. Pode pedir a sugestão da casa. - A confidência ajudaria eles a terem melhores opções. Fazia muito tempo que ela não estava naquele mundo dos ricos.

- Eu acho que uma carne de cordeiro seria uma ótima pedida. - Sugeriu a ele, sabendo que talvez frutos do mar poderia ser oito ou oitenta: algo bom ou extremamente desastroso. Aubrey gostava muito das ideias das diferentes combinações, mas no fim, sabia que iria opinar por algo que conhecia e se sentia extremamente segura. - Mas creio que também podemos falar sobre a possibilidade de carne de javali ou pato. São bem macias e ainda as de caça que podem ficar bem suculentas com alguns ingredientes corretos. - Ela continuou olhando o cardápio, agradecendo que ela estava vendo as alternativas e sabendo que poderiam brincar com elas. - O que está pensando? Eu realmente só sei de vinho barato e também diferentes cervejas. Duvido que eles saibam isso aqui. Se tudo der errado, a gente pede água saborizada que sai caro. - Piscou divertida para ele, percebendo que logo teriam de fazer o pedido para o Garçom que logo se aproximou.

Deixou que Andrew tomasse a decisão do cardápio, enquanto entregava aquele cardápio para o garçom de volta, agradecendo pelo serviço. - Eu acho que você tem que me contar como anda sua vida amorosa. Você sempre teve ótimos relacionamentos. Convenhamos, você sempre teve um ótimo bom gosto. - Sorriu divertida, esperando pelo que ele iria dizer. - Eu te conto com quem eu ando saindo, ou saí. Foi estranho mas né?


with Andrew Strait

hoje meus adultos decidiram que era dia de me trolar. Né pussível!
Imagem
Pandora Aubrey Rosenkrantz
Mundo Mágico
Avatar do usuário
 
Reg.: 10 de Feb de 2017
Últ.: 17 de Apr de 2021
  • Mensagens: 22
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 14 Pts.
  • 19 Pts.
  • 94 Pts.

Postado Por: Dih.


Re: Hotel The Lanesborough

MensagemEstados Unidos [#214040] por Cassie McAlister » 03 Mai 2021, 01:34

  • 8 Pts.
  • 9 Pts.
  • 135 Pts.
      ▪︎ ▪︎ ▪︎ Good days ▪︎ ▪︎ ▪︎

      Por mais que estivesse acostumada com o ramo jornalístico, entrevistar alguém sempre lhe dava um friozinho na barriga. Não tinha intenções de se atrapalhar, havia feito duas tabelas de perguntas e com o decorrer da conversa com seu convidado, descobriria qual iria usar. Tudo dependia da forma como iriam lidar. Ao que indicava, estava fluindo perfeitamente bem. Hugh era muito educado e simpático, talvez acrescentasse bonito em sua lista de atribuições ao britânico, mas isso era algo que deveria guardar para si ou pelo menos até retornar para casa, pois acabaria dizendo à sua mãe. Nymeria não iria sossegar enquanto não obtivesse os mais minuciosos detalhes, conhecia bem a mãe que possuía. Mesmo não tendo saído de seu ventre.

      Enquanto o ouvia falar, olhava diretamente para seu rosto. Gostava do que ouvia e principalmente, da forma como falava. O sotaque era muito agradável aos seus ouvidos. — O jornal Lummus tem uma conotação diferente da maioria dos jornais. De tudo um pouco, apesar da parte social referente a celebridades não ser nossa prioridade. Mas, concordo com a mudança de paradigmas, porque não é com frequência que vemos médicos ocuparem as páginas dos jornais e acredite na reciprocidade de meu agrado em estar aqui. — Cassie sorriu com gentileza para o homem à sua frente e torcia para que o que quer que falasse, não o deixasse desconfortável. Soar antiprofissional era o que menos desejava.

      Ao receber o convite para beber alguma coisa, não recusou. — Aceito, o mesmo que você. Obrigada. — Retorquiu a ele enquanto o garçom se aproximava. Hugh confirmou sua pergunta sobre sua profissão, deixando-a feliz por ter feito seu dever de casa direito. Pelo menos o mínimo a respeito de Fraser precisava saber para não parecer displicente. Era apolínea a maneira com a qual ele falava sobre a importância de seu papel com a sociedade, era como se a entrevista já tivesse começado, mesmo sem proferir pergunta alguma a respeito. Não recebeu nenhuma resposta sobre algum tipo de condição para aquele momento e ao receber o sinal do medibruxo para iniciar a entrevista, Cassandra continuou.

      — Há quanto tempo trabalha como psiquiatra? — Se desde o tempo que trabalhou em Hogwarts ele já pensava em labutar em tal área, aquela era uma pergunta imprescindível. Afinal, a experiência também era uma forma de conhecimento quanto àquela ciência. Cassie deixou em cima da mesa um pequeno caderno e utilizou sua pena de repetição rápida para anotar as principais falas de seu entrevistado. Era um recurso prático, pois assim não desviarias sua atenção do moreno. Se tivesse de escrever, teria de ficar curvada sobre a mesa, olhando para as folhas e isso seria algo tão absurdo que nem tinha palavras para qualificar. Ao consentir com as palavras do mais velho, ergueu um pouco mais os ombros enquanto estava sentada e colocou uma mecha de cabelo atrás de seu ouvido.

      — O que o motivou e ainda motiva a permanecer nesse ramo? — Disse, encarando-o com brandura antes de receber a resposta. Era uma pergunta básica e que com certeza, ele já havia respondido diversas vezes por aí, mas não para sua pessoa. E por mais que já tivesse falado, nunca era da mesma forma, Heráclito já havia ensinado que nada acontecia duas vezes da mesma maneira.

Cassie veste isso


With: Hugh Fraser
Cassie McAlister
Funcionário do Jornal
Avatar do usuário
Rose Leslie
If the end of the world was near, where would you choose to be?
 
Reg.: 06 de Oct de 2019
Últ.: 12 de May de 2021
  • Mensagens: 107
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 8 Pts.
  • 9 Pts.
  • 135 Pts.

Postado Por: Lay.


Anterior

Voltar para Grã-Bretanha

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes