Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Felicidade Jian-Yin Lee 425 23/05/2020 às 22:05:02
Recomeço Jian-Yin Lee 2500 13/03/2020 às 16:50:15
22/02/2020 Duncan Cullen 2889 22/02/2020 às 15:27:50
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 6952 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 6344 22/11/2018 às 18:19:24

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Madame Malkin's

Moderadores: Conselho Internacional, Special Confederação Internacional dos Bruxos, Confederação Internacional dos Bruxos

Re: Madame Malkin's

MensagemAlemanha [#117126] por Katherina Ayesha Friedrich » 08 Fev 2013, 21:54

  • 5 Pts.
  • 3 Pts.
  • 12 Pts.



                - Eu juro a você, Kishan. Eu não fiz nada a aquela garota trouxacomentou a jovem Romanov pelo que parecia ser a décima quinta vez, o rapaz a olhava descrente da explicação que a jovenzinha havia lhe dado para a saída às pressas de sua nova “garota”. Realmente ela havia feito algo com a loira oxigenada, mas nada que fosse de tão absurdo, apenas uma conversa entre duas garotas. Onde Ayesha fora taxativa sobre o assunto romance entra a garota e seu melhor amigo.Apenas conversamos talvez ela não tenha gostado de você o suficiente para ficar, não é minha culpa se você é um brutamonte asqueroso.sorriu docemente para o colega que não aguentou ficar por muito mais tempo com raiva.Que seja, vamos logo pegar esta encomenda de uma vez por todas.falou tentando soar firme o que era obvio pela expressão da alemã, que não tinha surtido efeito algum.Como queirarespondeu agarrando com força o braço dele e seguindo em frente.

                O Beco diagonal estava lotado de crianças e pais em meio às compras para o ano letivo que logo se iniciaria. Como era de costume Aye decidira fazer aquela pequena “viagem” com o melhor amigo, depois é claro depois de muita conversa e ameaças partindo do pai da morena, não que Graham não confiasse na filha mais nova o caso era dele não confiar no rapaz que estaria responsável pela segurança da menina, mas por sorte a madrasta da jovem conseguirá controlar o marido dizendo que a Romanov sabia se cuidar muito bem sozinha e que já havia demonstrado tais habilidades muitas vezes.
Acho que deveríamos comprar os livros primeirocomentou o rapaz querendo adiar a ida de ambos até a loja de roupas, mas Friedrich não cairia nessa.Iremos depois, fora que já tínhamos marcado com madame Malkin.respondeu firme arrastando o mais velho até a loja sorrindo. O ambiente continuava o mesmo desde a ultima vez que a menina viera à loja.Madame, como está?perguntou sorrindo ao adentrar a loja arrastando Kishan consigo recebendo uma resposta alegre da mulher que estava atrás do balcãoViemos pegar a encomendafalou o garoto tristementeVestes da Romanov estou certa?perguntou Malkin e a menina assentiuE um cachecol também, Madame.falou antes de a mulher desaparecer indo até a parte de trás da loja buscar as coisas.

                - Queria saber como consegue ser gentil assim quando na verdade é uma verdadeira pestefalou Kishan fazendo a morena rir e logo dar-lhe um tapa no braço levementeQue coisa para se dizercomentou ao ver a dona da loja retornarAqui está querida... E como vai sua mãe?perguntou fazendo a mais nova morder os lábios nervosamente antes de responderVai bem como sempre, se recuperando aos poucos. Aqui está o dinheiro e tenha um bom dia Senhora.falou pegando a encomenda e puxando o mais velho consigo sem nem ao menos pestanejar.Temos mais o que fazer senhor conquistador.riu das palavras que saiu de seus lábios enquanto seguiam para a próxima loja.


Imagem
Spoiler: Mostrar
Imagem
Spoiler: Mostrar
Imagem
Katherina Ayesha Friedrich
Funcionário do Hospital TvH
Avatar do usuário
Nina Dobrev
"Throw me to the wolves and I will return leading the pack."
 
Reg.: 16 de Mar de 2011
Últ.: 30 de May de 2020
  • Mensagens: 441
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 5 Pts.
  • 3 Pts.
  • 12 Pts.

Postado Por: Dandy.


Re: Madame Malkin's

MensagemBrasil [#117265] por Layla Western » 12 Fev 2013, 15:54

  • 7 Pts.
  • 15 Pts.
  • 16 Pts.
Layla Western não estava animada para voltar a Hogwarts, mas como havia recebido a carta da escola com a nova lista de materiais daquele ano, sua mãe Ariel mandou que Ellen fosse junto com a menina para o Beco Diagonal comprar o que era necessário para esse ano em Hogwarts. - Porque ela não pode ir comigo? - Perguntou a menina enquanto Ellen separava uma roupa para que ela usasse e arrumava seu quarto. - Ela está ocupada com o trabalho querida. - Ellen respondeu com o seu tom sempre doce evitando completamente que sua voz demonstrasse a pena que sentia pela garotinha que para ela era como uma filha.

A menina amarrou a cara, mas não perguntou mais nada, colocou o vestido rosa bebê que Ellen separara, penteou os cabelos e colocou uma tiara da mesma cor da roupa para manter sua franja presa e comportada. Colocou uma sapatilha branca e dirigiu-se para o banheiro para fazer sua higiene matinal, após sair do banheiro a menina perguntou com um tom casual tentando não demonstrar muito interesse: - O filho de Helena, Seth, também irá conosco? - Ellen a olhou um tanto surpresa, mas logo desviou o olhar da menina e continuou arrumando a cama dela. - Não, creio eu que ele já tenha ido comprar os materiais desse ano. - Layla corou levemente e respondeu um "Ah" sem esconder o seu tom de decepção.

Com a menina já pronta, Ellen a arrastou para a lareira e se dirigiram ao Caldeirão Furado para poder passar para o Beco Diagonal. A pequena Western não falou mais nada, apenas seguiu a mulher que a acompanhava pelas ruas apinhadas de gente. As duas passaram primeiro na loja da Madame Malkin's para comprar o uniforme da menina. Layla não disse nenhuma palavra, apenas observou enquanto Ellen barganhava as coisas com a Senhora atrás do balcão.

A menina olhou em volta, a loja estava cheia, mas não reconheceu nenhum dos rostos que ali estavam. Haviam algumas crianças que estavam com caras assustadas, provavelmente estavam no Beco pela primeira vez. "Este lugar pode ser assustador as vezes". A menina pensou lembrando quando caminhara por aquelas ruas pela primeira vez. - Obrigada Madame, até mais ver. - Ouviu Ellen agradecer a mulher que a atendera e virar-se para pegar a mão da menina e sair da loja. - Vamos querida, temos muito o que comprar hoje.
Imagem
Layla Western
1º Ano | Grifinória
Layla Western
1° Ano Gryffindor
Avatar do usuário
 
Reg.: 23 de Feb de 2012
Últ.: 06 de Dec de 2015
  • Mensagens: 75
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 7 Pts.
  • 15 Pts.
  • 16 Pts.

Postado Por: Priscila Banhato Visacri.


Re: Madame Malkin's

MensagemInglaterra [#117364] por Yanick Reymond » 13 Fev 2013, 19:14

  • 15 Pts.
  • 5 Pts.
  • 42 Pts.
    Enfim estava para terminar as compras de materiais da escola, logo estaria na plataforma de embarque do expresso. Quanta felicidade, roupinha nova, gente nova, talvez professores novos, tudo novo. Por que será que tudo que é novo é bom? Enfim, conseguira sair da Artigos Mágicos sem surtar e fora em direção a Madame Malkins encontrar com os pais. “Espero que tenham comprado umas roupas maneiras, sempre tem baile, eventos e essas coisas na escola, comemorações e poxa, poderiam comprar algo bem diferente e que me faça ser um sucesso.” Os pensamentos de Lucian estavam mais para devaneios de um autista. Ele sabia que não teria as roupas mais caras, até mesmo porque ele levava as próprias roupas que tinha em casa para utilizar em certas ocasiões. Ele considerava ter um estilo autêntico, mas sabia que para certas festas da escola, ao qual o diretor já intimava os alunos as roupas devidas, o loiro queria pelo menos as mais modernas e elegantes.

    Abrira a porta, mais uma daquelas sinetas, que naquele momento tornavam-se irritantes, já era a terceira ou quarta loja que entrava e tocava aquela sineta maldita. Alias, se fosse só quando ele entrasse ou saísse da loja estava tudo legal, mas havia o elemento diferencial: ELE NÃO ERA O ÚNICO A FAZER AS COMPRAS DE MATERIAIS. Então, tantas e tantas vezes mais aquela sineta tocou com o abrir da porta, já começava a entardecer e o que Thor mais queria era poder terminar aquelas compras e descansar. Caminhou entre as cartolas e sobretudo e achou seus pais na sessão das vestimentas de Hogwarts. Camisas e gravatas com brasões da sonserina e grifinória estavam mais expostas, logo depois Lufa-Lufa e Corvinal uma ao lado da outra. Logo que se aproximou sua mãe foi logo lhe empurrando um suéter e mandando-o provar. Cor mostarda... Que pessoa usaria um suéter de cor mostarda? Ainda mais Lucian, sendo branquelo e loiro daquele jeito, iria parecer muito sem sal, uma pessoa pálida. Ele curtia tons mais vibrantes, o amarelo da Lufa-lufa combinava bem com seu cabelo e o preto causava uma quebra nessas variações de amarelo.


    -Mãe, não irei usar essa porcaria. Pensei que você já tivesse escolhido meu material. Tu sabes que não uso essas roupas, gosto das minhas, se quiser comprar algo novo pra mim, deixe que eu mesmo faça minha escolha. Saiu de perto dos pais e fora procurar algum atendente na busca de achar algo de alguns personagens importantíssimo para ele, algum jogador de quadribol ou algo do tipo.
Yanick Reymond
Mundo Mágico
 
Reg.: 28 de May de 2009
Últ.: 31 de May de 2020
  • Mensagens: 561
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 15 Pts.
  • 5 Pts.
  • 42 Pts.

Postado Por: Jean Bispo.


Re: Madame Malkin's

MensagemPolonia [#117430] por Hazel Sniegowski » 14 Fev 2013, 13:46

  • 20 Pts.
  • 10 Pts.
  • 30 Pts.
    A cada minuto que se passava o meu desconforto aumentava. Não aguentava mais caminhar, ainda mais no meio de tanta gente. O pior de tudo é que faltavam várias lojas para terminarmos as compras. – Deveria ser tudo em um lugar só... Como aquele lugar que você falou que os trouxas tem, Olga. Como chama mesmo? Shoppning? – Perguntei um pouco confusa em relação o nome. – Isso, shopping. – Corrigi a minha pronúncia ao mesmo tempo em que adentrava a loja da Madame Malkin’s. Lembrei-me do ano anterior, quando estava voltando para Hogwarts. Tinha visitado a loja para comprar uma bolsa de briba.

    Olhei para o lado e me deparei com um Derek ansioso, olhando as vestes pretas e se encantando pelas gravatas amarelas que estavam expostas. – Você não pode comprar nada Lufano ainda... Imagina se você cai no covil?! – Perguntei fazendo uma gracinha. Ele apenas balançou a cabeça negativamente, dizendo que pertencia aos texugos. Gostava desse orgulho que ele tinha, mas caso não fosse para a Lufa-Lufa, o garoto iria ficar inconsolável.

    Concordei com a cabeça quando Olga falou que eu precisava de vestes novas, as minhas estavam curtas e isso acontecia devido o meu aumento de tamanho constante. Aproximei-me da senhora que estava próxima ao balcão. – Dois pares de vestes Lufanas e um cachecol também. – Sempre comprava as coisas para mais. Talvez isso fosse um problema meu, gostava que sobrasse, mas nunca faltasse. Observei a senhora se afastar e logo direcionei meu olhar para o ruivo que estava experimentando algumas roupas. Por um momento lembrei-me do primeiro ano, o meu nervosismo, a ida para Hogwarts, a briga com chapéu seletor. A maneira como ele insistia que eu deveria ser da Ravenclaw por um momento até passou a ser engraçado.

    A senhora voltou e deixou as vestes sobre o balcão. – Vai demorar? – Perguntei na direção dos dois, realmente precisava ir para a casa e descansar meus pés. Mas ainda faltavam tantas lojas. Olga apenas balançou a cabeça, se aproximando da senhora e falando alguma coisa sobre as vestes do ruivo. Passaram-se apenas uns cinco minutos até Derek pegar as sacolas e começar a andar ansioso. – Você não cansa, não? – Porém lembrei que primeiranistas nunca cansam.
Imagem Imagem
Hazel Sniegowski
6° Ano Brigit
Avatar do usuário
 
Reg.: 25 de Nov de 2010
Últ.: 10 de Feb de 2017
  • Mensagens: 785
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 20 Pts.
  • 10 Pts.
  • 30 Pts.

Postado Por: Nati.


Re: Madame Malkin's

MensagemEstados Unidos [#117611] por Brianna Carames » 15 Fev 2013, 20:39

  • 7 Pts.
  • 10 Pts.
  • 10 Pts.
Brianna estava extremamente animada para começar em Hogwarts e comprar o material que havia sido solicitado deixava tudo mais mágico. Por isso ficava apressando sua avó de cinco em cinco minutos depois de ter se vestido. –Calma, garota, já vamos...– disse a avó. A garota apenas suspirou e se sentou em sua cama, chutando o ar de modo impaciente. Após algum tempo, a avó enfim disse que estava pronta e elas foram para o beco diagonal.

...

Andando pelas ruas do beco diagonal, a garota praticamente saltitava na rua em direção a loja Madame Malkin’s, tendo acabado de chegar ali, estava ansiosa para comprar as roupas.
– Brianna, vá mais devagar, querida, ou não vou conseguir te acompanhar...– Sua avó disse, vinha andando um pouco atrás da menina, tendo dificuldade para acompanhá-la. A loirinha foi até a avó e a puxou pelo braço. - Vamos logo, vovó! Vamos! Vamos!– disse, indo em direção a loja, logo entrando na mesma que se encontrava cheia de outros estudantes comprando suas roupas “isso é tão legal!”pensou e sorriu, encantada, estava adorando cada momento daquele dia de compras e agora não seria diferente. Largou a mão da avó e foi olhar as coisas pela loja. Olhou os chapéus pontudos e experimentou um, sorrindo, estava tão feliz e animada por ter de comprá-lo. -Ficou legal?– perguntou a avó, que sorriu e balançou a cabeça positivamente em resposta. Tirou o chapéu, entregando-o a ela e andou um pouco mais por ai, olhou para os batons. -Posso ter um?perguntou. A avó balançou a cabeça negativamente -Não, você é nova demais para usar isso... Por que não vai escolher luvas? Vou dar uma olhada naquele kit de crochê enquanto isso...– a avó disse. Brianna pegou as luvas e em seguida foi olhar umas botas que tinham na lista. Tomava cuidado para não esbarrar em ninguém na loja cheia, acabou por localizar a avó pouco depois e compraram o resto do que tinha sido pedido na lista. Após pagar, encaminharam-se a outra loja, seria um longo e animado dia de compras para a garota.
Imagem
Brianna Carames
1° Ano Hufflepuff
Avatar do usuário
 
Reg.: 15 de Dec de 2010
Últ.: 19 de Aug de 2014
  • Mensagens: 46
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 7 Pts.
  • 10 Pts.
  • 10 Pts.

Postado Por: Giovanna Peraro.


Re: Madame Malkin's

MensagemReino Unido [#117689] por Gerrard Matthews » 16 Fev 2013, 19:08

  • 11 Pts.
  • 7 Pts.
  • 79 Pts.
    - Mãe, até quando me acompanhará na compra dos materiais? – Indaguei-a, caminhando ao seu lado pelo beco diagonal, fitando analiticamente a lista daquele ano letivo. A mulher voltou-se para mim com a mão na cintura, encarando-me com frieza.

    - Até o dia em que você se formar. – Respondeu, deixando que um sorriso brotasse de seus lábios. Gingou com destreza, desviando de uma mulher carregando centenas de livros e voltou a sua posição anterior.

    - Bem, então poderia me ajudar com os livros enquanto eu vou à Madame Malkin’s provar as roupas. – Apontei para os primeiros itens da lista, mentalizando-os rapidamente e entregando o pedaço de pergaminho para minha genitora, que olhou desconfiava para aquela tarefa, pois sabia que era uma forma de eu deixá-la longe.

    Um pouco desgostosa, saiu em busca dos meus livros enquanto eu entrava na famosa loja de roupas. Para minha total felicidade, eu estava naquele lugar sozinho, sem as presenças de Melany e minha mãe, que dariam milhares de pitacos enquanto eu escolhia os uniformes. Por Merlin, eram uniformes, ou seja, todos eram iguais. Mas vai entender a cabeça das mulheres que viam diferença de peça para peça.

    Entrei na loja ouvindo o pequeno sino da mesma soar, indicando que mais um cliente – no caso eu – adentrava em seu espaço. Fitei a quantidade exagerada de meninas que ali estavam, deixando os homens no chinelo. Aquela era a pior parte de compras materiais: as roupas. Por isso havia escolhido-a para iniciar as compras, pois depois seria só maravilha, ou quase, afinal, dona Elizabeth ainda me acompanhava.

    Cheguei até um atendente e pigarreei chamando-lhe atenção.
    – Por favor, gostaria de um conjunto de camisa e gravata, um cachecol e luvas de couro de dragão. Ah, sou da Corvinal. – Lembrei-me do detalhe que deveria comprar as roupas de acordo com a casa da escola. Vi o homem se afastar, lamentando mentalmente por ter esquecido de lhe dizer o tamanho das peças. Mas ele deveria trabalhar a tempos na loja e provavelmente saberia o meu tamanho, ou imaginaria.

    Assim que o homem voltou, peguei as peças e fui até um dos provadores.
    – E, por favor, traga-me um daqueles chapéus pontudos horríveis. – Odiava aquela peça do uniforme, nada era mais antiquado do que aquele tipo de chapéu.

    Provei a roupa rapidamente, percebendo que havia ficado perfeita. Entreguei-a para que o homem embrulhasse e fui até o caixa, onde retirei diversas moedas de ouro do bolso, entregando-as a mulher responsável por aquela parte da loja. A mesma entregou-me as sacolas com as compras e desejou-me um bom dia, este que fora educadamente retribuído.


    O post ficou tenebroso, mas eu precisava comprar essas benditas roupas.
Imagem
Gerrard Matthews
Mundo Mágico
Avatar do usuário
 
Reg.: 07 de Apr de 2009
Últ.: 01 de Apr de 2020
  • Mensagens: 882
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 11 Pts.
  • 7 Pts.
  • 79 Pts.

Postado Por: Dante.


Re: Madame Malkin's

MensagemItalia [#118234] por Jéssica Medici Von Legrand » 26 Fev 2013, 00:00

  • 9 Pts.
  • 4 Pts.
  • 6 Pts.
Imagem
EVERYDAY DAY SEEMS A LIFETIME,
POST NUMBER 01 SET Aqui MUSIC Party Rock Anthem - LMFAO NOTES Demorei mais postei enfim foi o que saiu ... CRÉDITOS À GIULIA --- TERRA DE NINGUÉM && OPS!


    Jéssica estava um pouco ansiosa para seu primeiro ano letivo, acabou esquecendo-se de comprar as coisas necessárias para seu dia-a-dia em durmstrang. O dia apenas começara então a garota tomou seu banho matinal, depois pegou no seu guarda roupa Um conjunto de calcinha e sutiã cor da pele, a saia de tule preta, Um top também em preto, a meia calça preto Incolor, um tênis meio boot, colocou tudo isso ao corpo e antes de sair do quarto em direção da sala, pegou sua jaqueta preta, pois estava um dia frio, a garota tomou café com o pai e disse: - Pai preciso ir ao beco diagonal para minhas compras. Seu pai olha para a adorada filha e começa a falar – Ok minha filha, relaxa que já vamos sair.

    Ele pediu que o esperasse e saiu por um pequeno tempo, a menina sentou-se no sofá e logo após uns minutos seu pai volta com uma aparência mais aceitável. – parabéns pai você está muito melhor. Quer impressionar quem? Na mão do mesmo, tinha um recipiente com um tipo de pó escuro, seu pai começou a explicar falando que aquele pó servia para ir ao beco diagonal mais rápido, o relógio já batia quase 09:00 da manha. Depois da explicação a ruiva entrou na lareira com o pó nas mãos, jogou e disse com clareza - Beco diagonal. A menina ficará impressionada num durou nem um minuto e ela já estará em uma loja do beco diagonal, logo seu pai também chegará a tal loja.

    A voz do seu pai foi ouvida novamente - precisamos ir primeiro ao banco. A pequena confirmou com um aceno de cabeça e os dois foram a gringott’s. Chegando lá foram atendidos por um duende chamado Sutriux, logo ele levou os dois no cofre do seu pai que logo tirou a quantia desejada para as compras de jéehsy. Ela tinha ficado encantada com tudo ali, Logo após um tempo eles foram a Madame Malkin's, chegando lá teu pai falou – O que você precisa mesmo? A menina chegou ao balcão e falou – Bem pra começar, preciso de um Cachecol (Na cor Azul petrolado); Chapéu pontudo; Conjunto de Camisa e gravata (Na cor Azul petrolado); um par de Luvas de Couro de Dragão e Botas de Couro de Dragão. A senhora então falou - Já vou pegar o que a senhorita necessita. Depois que o pai pagou, eles receberam o embrulho com as coisas compradas. Jéssica colocou numa bolsa sacola e saiu da loja, pois ainda tinha que comprar outras coisas.
Imagem
Jéssica Medici Von Legrand 11 Anos 1º Ano Rurikovich
Jéssica Medici Von Legrand
1° Ano Rurikovich
Avatar do usuário
 
Reg.: 07 de Nov de 2010
Últ.: 17 de Apr de 2013
  • Mensagens: 12
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 9 Pts.
  • 4 Pts.
  • 6 Pts.

Postado Por: Jefferson Marlon.


Re: Madame Malkin's

MensagemEstados Unidos [#118264] por Evan Willians » 26 Fev 2013, 18:18

  • 7 Pts.
  • 13 Pts.
  • 23 Pts.
Imagem
Palavras: 566 palavras, sem contar com extras;
Interações:
Diamond [mother] e Atendente da Malkin's npcs;
Citados:
Nenhum.


O ofuro era grande naquela manhã. O Beco Diagonal estava lotado de bruxos de todos os locais que se deslocavam para fazer suas compras ali, causando um aparente aumento na temperatura. O fato de ser um sábado agravava mais ainda a situação. Evan caminhava entre os trauseantes acompanhado de perto pela sua mãe. Diferente dela, o garoto demonstrava certa apatia com aquela situação. — Eu não acredito que um ano em Durmstrang me tornou tão incompatível com o calor! Nós vivemos em New Orleans, mãe! Só na tal da Amazônia pra fazer mais calor! — A mulher ria das exclamações do seu filho enquanto tentava acompanhar seus passos apressados. Eles tinham um objetivo maior naquele dia, o mesmo de dezenas de crianças e jovens que perambulavam pela rua principal. As aulas começariam em breve e a lista de matérias não tardou para aparecer amarrada na pata de uma coruja. Haviam os livros, os ingredientes para poções e materiais de preparo novos e o uniforme do instituto. Tudo aquilo poderia ser encontrado nas lojas que se estendiam pela imensa viela tortuosa. Mas, antes das compras, mãe e filho precisavam repor os bolsos com galeões, afinal sem dinheiro eles não poderiam comprar nem um par de meias furadas.

A burocracia foi meio chata, afinal eles precisaram adentrar o Gringots, entregar a chave do cofre dos Willians de New Orleans, descer as tenebrosas cavernas que guardavam os cofres acompanhados de um duende rabugento e, finalmente, tomar posse das moedas douradas. Era um processo irritante, principalmente para um jovem, mas necessário. Eles saíram do banco inglês com moedas suficientes para fazer as compras daquele dia. Mas qual seria a primeira loja? Diamond sugeriu a Madame Malkin’s, o que trouxe certa tristeza ao garoto, já imaginando agulhadas e uma velhinha xereta que mede a tudo e a todos.
— “Tá” de brincadeira, mãe! Não tem como deixar isso para o fim, não? — A mulher riu novamente, mas não cedeu às súplicas do filho. “Puxando”, levou-o até os portais da loja antiquada, onde uma velha senhora atendia outra jovem, aparentemente iniciante. Evan e Diamond esperaram a sua vez sentados num sofá de tecido vermelho sangue, a mulher aproveitando o tempo livre para ler o Semanário das Bruxas mais recente. O pequeno Willians optou por cruzar os braços e fechar a cara, mostrando sua antipatia com o ato de comprar vestimentas.

Finalmente, a mulher terminou de atender a menina e partiu para cima de Evan e sua mãe. Ela levantou o garoto de ímpeto, já o medindo de todas as formas, enquanto fazia perguntas e mais perguntas. Escola, idade, preferência por tecido... Algumas, o garoto não teve condições de responder, passando a tarefa para sua querida mãe. Terminado o traumatizante processo, a velha senhora seguiu para o interior da loja, demorando cinco minutos para retornar, trazendo um pacote com o signo da loja estampado sobre. Diamond agradeceu o atendimento, pagando o respectivo valor das compras. Assim, eles deixaram a loja, partindo para a rua movimentada e barulhenta do Beco Diagonal.
— Podemos passar na Animais Mágicos? Eu mereço uma coruja só pra mim depois desse infortúnio todo. — Disse o garoto, tirando mais risos de sua mãe. Ela disse que pensaria no caso dele, mas, naquele instante, o importante eram os outros materiais. A próxima parada? Ele não sabia ao certo, sabia apenas que a partir dali as compras seriam muito mais interessantes.

__________________________________________________________________________________
Notas:.
Imagem
Imagem
Evan Willians
2° Ano Gryffindor
Avatar do usuário
 
Reg.: 27 de Jul de 2012
Últ.: 23 de Jun de 2014
  • Mensagens: 224
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 7 Pts.
  • 13 Pts.
  • 23 Pts.

Postado Por: Rodrigo Silva.


Re: Madame Malkin's

MensagemInglaterra [#118436] por James Longstride » 01 Mar 2013, 19:01

  • 19 Pts.
  • 20 Pts.
  • 6 Pts.
Compras



Andando com o funcionário do ministério encarregado de me acompanhar ao Beco. (meus pais adotivos são trouxas...) Passei o dedo na lista de materiais e entreguei a mesma ao moço de cabelos louros compridos. -Onde é que fica a loja de roupas? acho que só falta minhas vestes. Ele a observou e sem demora apontou para uma loja. -Logo alí "com detalhes femininos, letreiros chamativos e bastante auto-explicativo: Madame Malkin – Roupas Para Todas As Ocasiões." Dei um leve sorriso, pois esse não era o tipo de letreiro que costumava a ver no mundo trouxa. Fomos até a porta e o meu acompanhante foi falar com a balconista, uma mulher de óculos quadrado com enfeites vermelhos no canto. -Então este é o James! Disse a mulher fazendo um gesto com a sua varinha, provavelmente encantando a varinha para que viesse me medir. -Sou.Respondi retribuindo o sorriso da senhora.-Hogwarts, Sonserina, primeiro ano... Venha até aqui um instante por favor. Obedeci e entrei em um provador com um pano vermelho me protegendo dos diversos olhares da loja. Por cima do provador algumas peças verdes e outras pretas eram colocadas para que eu pudesse experimentar.


Forcei meu pé contra a calça que não deixava eu vesti-la parecendo estar viva.-Vai, vamos logo calça miserável. Ufa! Exclamei quando finalmente com um forte baque meu pé bateu no chão fazendo um barulho que fez a Madame soltar um gritinho apavorado. -Tudo bem meu querido? Abri a cortina vermelha e dei uma rodadinha. -Como fiquei? Perguntei observando o bordado de cobra da minha camisa. -Lindo, lindo.Disse a madame que agora com seu alfinete pontudo fazia algumas medições. -Só um estante meu querido, preciso fazer a barra da sua calça. -Faça a barra da calça dele, pra agora.Disse a madame à moça de provavelmente era sua ajudante. -Posso tirar já?. Perguntei já retirando as botas de couro de dragão. -Pode sim. Respondeu ela com um sorriso largo. Entreguei as vestes a Madame que fez alguns cáculos rápidos em cima do seu balcão. -Venha aqui querido.


Obedecia a mulher já retirando algumas moedas de ouro do bolso. -Vai ficar em quanto? Ela me entregou uma lista com cada peça com preço das mesmas e no final o valor total. Parecia que era indelicado dizer alto o valor total, mesmo eu acho que não estava caro. Entreguei o dinheiro para a moça que em troca me entregou uma sacola. -Tudo certo? Perguntou o estagiário a Madame que confirmou com a cabeça. Sai da loja com minhas vestes compradas.




Spoiler: Mostrar
Interagindo com: 2 NPCs (estagiário do ministério e a Madame)
N° de palavras: aprx 400
N° do post com a pessoa: #001
Notas: Ficou horrível , mas estava com pressa. Precisava postar logo.
James Longtride
Imagem
James Longstride
1° Ano Slytherin
Avatar do usuário
O impossível é só questão de opinião.
 
Localização: Hogwarts
Reg.: 20 de Feb de 2013
Últ.: 17 de Aug de 2013
  • Mensagens: 14
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 19 Pts.
  • 20 Pts.
  • 6 Pts.

Postado Por: Felipe Chessa Barbero.


Re: Madame Malkin's

MensagemAlemanha [#118521] por Lílian Uhlemann » 03 Mar 2013, 21:47

  • 3 Pts.
  • 20 Pts.
  • 8 Pts.
Lílian servia apenas como acompanhante naquele dia: caminhava alguns passos atrás de seu irmão e outro belo rapaz, supostamente amigo de Oliver. Era notório que seu irmão mais velho mante-se conversas longas com qualquer outra pessoa além dela – era um rapaz reservado e, segundo as investigações da menina, tinha motivos para caminhar escondidos nas sombras. Por isso, ao mesmo tempo enciumada com o entrosamento dos rapazes e contente pela recente sociabilidade de Oliver, preferiu permanecer as margens da conversa. Não gostava realmente de compras e o pretexto para que os mais velhos fizessem as compras da lista para si era muito bem vindo. Sendo assim, a pequena bruxinha distraia-se olhando para as vitrines com apatia, apenas esforçando-se para acompanhar os passos dos homens que seguia.

Parada com ambos em frente à loja de roupas de bruxos, principalmente uniformes, Lily aguardou em uma fila extensa até que uma pequena brecha abrisse para que adentrasse. A loja estava apinhada de pais e estudantes, buscando uniformes maiores para aqueles que haviam crescido muito no verão ou, como no caso da pequena alemã, comprando o primeiro conjunto de vestes de Hogwarts. Lílian, quando atendida, esticou os braços, ficou ereta e aguardou bons minutos enquanto uma fita enfeitiçada tomava suas medidas, de cima a baixo. Provou alguns modelos diferentes até que a vendedora determinasse que o último a vestia perfeitamente. Não sabia em qual das quatro casas de Hogwarts ficaria, por isso suas vestes eram básicas: camisetas brancas, uma capa preta, saias, entre outros acessórios. Imaginou que os símbolos referentes da casa seriam adicionados depois. Com esse pensamento, ansiedade chegou finalmente à mente da menina. Olhou de esgalha para o irmão, que estava conversando com a vendedora e acertando os valores. Ele não havia estudado em Hogwarts, afinal, nem sequer eram da Inglaterra – mas pôde imaginá-lo usando vestes negras da Sonserina, única casa que se adequaria a personalidade do mais velho. Seria possível que ela, Lílian, tão diferente e tão igual á ele, cairia na casa dos ambiciosos? Distraída com suas hipóteses, Lily teve que ser puxada pelo irmão para que deixassem o local rumo à próxima loja.


    Off ;; Péssimo, mas só pra desbloquear a loja, então é isso aí.
Imagem
Lílian Uhlemann
1° Ano Ravenclaw
Avatar do usuário
 
Reg.: 16 de Dec de 2012
Últ.: 11 de Dec de 2013
  • Mensagens: 49
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 3 Pts.
  • 20 Pts.
  • 8 Pts.

Postado Por: Nat.


AnteriorPróximo

Voltar para Beco Diagonal

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante