JORNAL LUMMUS

VADUZ, Agosto de 2022

Morre Oficial Jones, CEO da Rede Lummus de Comunicação
A morte precoce de uma das figuras mais conhecidas do ramo do entretenimento bruxo.

[ img ]


Foi noticiada nesta quarta-feira (23) pelos assessores da família real franco-italiana a morte de Oficial Clint da Silva Jones, membro ativo da comunidade bruxa, filantropo de diversas causas envolvendo artistas iniciantes e CEO da Rede Lummus de comunicação. O rapaz encontrava-se desaparecido há meses atrás e, segundo as fontes citadas, seu corpo foi encontrado sem vida não muitas semanas depois.

As datas precisas de seu desaparecimento e morte não foram divulgadas e a família prefere que assim continue para que as investigações acerca dessa morte precoce não sejam afetadas. Oficial Jones foi visto em público pela última vez durante uma festa de gala dada pela família Hoffman e, depois, não se teve mais notícias de seu paradeiro.

O velório e o enterro ocorreram a portas fechadas, com apenas membros diretos de sua família presentes e nenhum membro da imprensa possui autorização para revelar datas e locais onde ocorreram. Além de ser famoso por seu programa de rádio matinal dos domingos, “Bom dia & Cia”, Oficial Jones participou como locutor e apresentador de todos os eventos de férias organizados pela CIB nos últimos cinco anos e era bastante querido pelo público devido a seu carisma e gosto duvidoso para com a moda.

Aos 26 anos de idade, Oficial Jones deixou um filho adotivo de 15 anos, seus pais e 4 irmãos, sendo três mais novos e um mais velho. A Rede Lummus de Comunicação sente a perda e deseja os mais sinceros sentimentos a todos os parentes de Jones, confiando nas autoridades para que justiça seja feita.

Escrito por: Haechan Han

824 Visualizações
21/04/2022 às 23:13:26



JORNAL LUMMUS

VADUZ, Setembro de 2023

O desfecho do caso Grimm
Tudo sobre o ato final do caso que chocou o mundo mágico.

[ img ]


Ao fim de agosto do ano de 2022, uma tragédia abalou as estruturas do mundo bruxo inglês, afetando também uma parte do russo. Dois alunos do Instituto Durmstrang, ambos ingleses, se viram envoltos em um cenário trágico que culminou na morte de um pelas mãos do outro. Há boatos de que ambos estavam em um relacionamento bastante abusivo e que acabou da pior forma possível. Basilton Hargreeves, filho de Stephen Hargreeves, atual dono da loja Zonkos localizada no Beco Diagonal, foi a vítima de tal atrocidade.

Shepard Grimm, o autor do crime, foi preso em flagrante e encontra-se sob custódia do Ministério da Magia inglês até o presente momento, mesmo que o corpo de Basilton não tivesse sido encontrado no local do crime, pois o rapaz assassino confessou com requinte de detalhes o que havia feito. Tal situação causou uma comoção em toda comunidade bruxa acerca dos métodos de ensinamento adotados por Durmstrang. “Estariam nossas crianças sendo educadas para tornarem-se assassinas na instituição militar?”, “Seria realmente seguro manter uma fábrica de ‘Shepards’ aberta?”. Estes eram alguns dos muitos questionamentos que se lançaram e correram pelas bocas dos que tomavam conhecimento sobre o caso.

Quando questionada sobre tal infortúnio, a diretora Anne Beatrice Mountbatten disse aos nossos redatores achar algo curioso, no mínimo, culpar o ensino de uma escola numa situação desastrosa como essa. Visto que muitos outros casos similares, ou até piores, ocorreram envolvendo outras instituições de ensino, não se tornando algo exclusivo de Durmstrang. Além disso, taxou as eventuais matérias publicadas como “sensacionalistas” e afins, com o intuito de incriminar o colégio militar. De fato, há vários incidentes criminais envolvendo ex-alunos e até ainda alunos de diversas outras escolas, e, se seguíssemos tal linha de raciocínio, todas as instituições de ensino deveriam ser fechadas por algum motivo ou outro.

O que ninguém esperava, no entanto, era que a vítima de toda essa tragédia fosse encontrada com vida estudando na academia francesa de Beauxbatons sob outro nome. Seus familiares que haviam sido transferidos para a mesma escola por uma feliz coincidência do destino, o reconheceram imediatamente, mas o rapaz possuía memórias sólidas de pertencer a outro núcleo familiar, negando conhecer quaisquer Hargreeves que tentassem uma aproximação.

Após algum tempo, Basilton conseguiu reaver suas memórias originais e retornou para sua família, informando a eles ter sido vendido pelo próprio namorado à uma mulher — cujo nome ele se recusa terminantemente a revelar — que o enfeitiçara e o fizera acreditar se tratar de um filho dela. Os motivos de tal mulher desconhecida para fazer o que foi feito ainda nos é desconhecido. Grimm, ainda que não responda mais por assassinato, ainda possui suas contas a prestar com a justiça, uma vez que seus atos podem facilmente ser enquadrados como infração a várias leis tanto mágicas quanto trouxas. Esperamos que o desfecho desta trágica história seja satisfatório aos nossos leitores e possam cessar os burburinhos que ainda rondam o mundo bruxo acerca da qualidade do ensino do Instituto Durmstrang. Não houve assassinato algum. Embora não possamos informar que nenhum crime tenha sido cometido, uma única escola não pode ser responsabilizada pelos erros de alunos que possuem livre arbítrio e escolhem usar seus conhecimentos para fins indignos.

Lembremos dos grandes nomes que foram filhos do instituto! Os brilhantes bruxos que completaram sua educação básica no colégio militar! Poderia apenas uma mancha estragar todo um tecido fino?

Escrito por: Haechan Han

1.855 Visualizações
06/03/2022 às 17:10:32

Cadernos
Notícias
Jornalistas