JORNAL LUMMUS

VADUZ, Setembro de 2021

Incêndio na Estação Ignatia Wildsmith
Incidente confirmou mortes em Vaduz. Corpo de Bombeiros chegou com três horas de atraso

Imagem


Um acidente de grandes proporcões destruiu um dos trens que circulava frequentemente pela Estação Ignatia Wildsmith, em Liechtenstein, durante a noite de domingo. O veículo descarrilou e chocou-se contra a parede, ocasionando também seu deslizamento. Tendo capacidade para 500 pessoas, mesmo não sendo um dia em que havia lotação, havia pessoas de todas as idades no transporte. Este também possuía vagões que comportavam criaturas mágicas da categoria X até XXXX, o que causou ainda mais pânico entre os cidadãos que estavam no local. Um erumpente estava à solta, pisoteando todos aqueles que atravessavam seu caminho.

Na mesma noite, sendo total obra do acaso, ocorreu o baile de inauguração do Hospital Theosphrastus von Hohenheim, um dos melhores e mais renomados hospitais do mundo mágico. Por ser próximo à estação, os médicos e convidados que estavam na ocasião prestaram socorro a todas as vítimas que estavam no acidente, conduzindo-as à clínica, até porque, havia fogo em um dos vagões, uma vez que havia uma cozinha instalada dentro do veículo. E graças ao trabalho voluntário do povo, conseguiram suportar todos os males até a chegada do Corpo de Bombeiros que demorou em demasia. Apenas por volta de três horas depois do ocorrido, que o Corpo de Bombeiros chegou ao local, alegando uma falha nos canais de comunicação.

Qualquer sinal de fumaça só foi extinto por completo no alvorecer do dia seguinte. Foi confirmada a morte de quinze pessoas. Mais de trinta feridos e cinco em estado grave. Quanto às criaturas mágicas, estas ficaram sob o encargo dos magizoologistas da Confederação Internacional dos Bruxos que chegaram no local. Não foi informado nenhum valor quantitativo de baixas dentre elas. Especula-se que o acidente tenha sido causado por falta de manutenção na ferrovia, entretanto, não há absolutamente nada confirmado. As autoridades do mundo mágico continuam averiguando o que pode ter acontecido para efetuar um incidente tão preocupante e perturbador, e alegaram que iriam tomar as medidas necessárias para encontrar quem quer que fosse o culpado.

Escrito por: Cassandra McAlister

1.408 Visualizações
19/08/2021 às 00:33:24



JORNAL LUMMUS

VADUZ, 02 de julho de 2021

Crime na madrugada
Funcionária da MACUSA é encontrada morta em boate canadense.

Imagem

A bruxa Margareth Banson, de 25 anos, foi encontrada morta com a garganta cortada no interior do banheiro do Amnesia Clube, em Toronto, Canadá, na madrugada deste sábado.

De acordo com os aurores do Ministério da Magia do Canadá, que atua na cidade, Margareth estava no banheiro quando foi encontrada já sem vida por uma funcionária da boate por volta da 00:00h. Não havia sinais de luta no local, apenas muito sangue derramado em decorrência do corte profundo. Segundo os aurores, nenhum dos funcionários e civis - que estavam no clube - ouviram gritos ou algo fora do normal. Nada da ministerial parece ter sido roubado.

Margareth Banson era funcionária da MACUSA e estava no Canadá à trabalho. Era inglesa, solteira e não deixou filhos.

"Fomos acionados pela gerente da boate depois que a faxineira encontrou o corpo. Ao chegarmos, constatamos que a vítima morreu no local", afirmou um dos aurores que primeiro atendeu a ocorrência.

Até o momento, não há mais detalhes sobre a motivação do crime e o nome de nenhum suspeito foi revelado. O caso está sendo investigado pela Comissão Internacional de Segurança Mágica (CISMA) com o apoio do ministério canadense. Procurada pela equipe do Daily Lummus, a MACUSA informou que aguardará o resultado das investigações e não se pronunciará sobre o caso.

Escrito por: KALLISTO ZAGORAKIS

3.640 Visualizações
12/05/2020 às 21:06:27

Cadernos
Notícias
Jornalistas