Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 2847 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 2322 22/11/2018 às 18:19:24
É LUFA - LUFA!! Oh Ha Na 3410 08/09/2018 às 18:24:13
Indo para Hogwarts! Oh Ha Na 2501 08/09/2018 às 18:20:17
A súcubo do Apocalipse Lilith Ambrew 2441 08/09/2018 às 09:11:11

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Inglaterra Isla Breathnatch [ 16878 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Isla Breathnatch
  • Mundo Mágico
  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Maria Eduarda Stein

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,78m

  • PESO

    62kg

  • OLHOS

    Azul Claro

  • CABELOS

    Loiro Claro

  • SEXO

    Feminino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Heterossexual

  • IDADE

    20 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    28/02/1997

  • SIGNO

    Peixes

  • NOME DO PAI

    Antônio Stein

  • NOME DA MÃE

    Maria Gabriela Stein

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    São Paulo/Brasil

  • NÍVEL

Nasci e fui criada no Brasil onde meus pais (adivinhem só?) bruxos me ajudaram a entender a importância da magia e do meu esporte favorito: quadribol. Sim, mesmo sendo nascida na terra do futebol, meu querido amor era pelo esporte bruxo. Estudei todos os meus anos no Castelo Bruxo (escola de magia brasileira) onde me ajudou a perceber que jogar quadribol é igual a jogar futebol: carrega no peito a camisa e grita tentando aplacar todas as emoções que estão colocadas dentro de um corpo só para fora. Adrenalina, desespero, sofrimento. Tudo igual. Fui convidada para jogar na liga europeia após o meu sétimo ano que me levou para os campos e me ajudasse a aprender mais como aquele continente leva esse esporte que, para mim é uma paixão e deve ser levado a sério.
Meus pais achavam isso a maior furada, ainda mais porque eles queriam que eu fosse, na verdade, uma ótima oficial do Controle de Criaturas Mágicas. Tentaram, diversas vezes, me proibir de jogar quadribol e até mesmo explodiram a minha Firebolt, acreditam? Um Desrespeito! Mas, eu nunca disse que não tinha considerado essa ideia, já pensou em domar dragões, cuidar de unicórnios, correr para pegar o pé grande? Mas depois de um tempo você percebe que morrerá de tédio dentro de uma sala com pessoas contando suas vidas para conseguirem suas licenças e registros. Como isso pode ser comparado a um jogo de velocidade, raciocínio e, claro, muita diversão?
Claro que nem sempre ser jogador dá no lucro, por isso fazia meus bicos aqui e ali com Coaching em quadribol para os aspirantes a serem profissionais. Esse trabalho é muito bom por me ajudar a ver meus próprios talentos e habilidades inimagináveis e, até mesmo, me ajudando a ser uma melhor treinadora. Porém, nem todos têm talentos, mas podem aprender por meio de técnicas e habilidades muito bem dominadas. Infelizmente a gente, de vez em quando, precisa ser meio durona. Mas, sempre tem alguém melhor, quem liga então?
Após algum tempo de treinamentos, fui convidada para participar da equipe de juízes, o que é muito mais legal do que somente jogar. Se bem que você pode perder um pouco da adrenalina, mas quem manda no jogo? O importante é o quadribol não morrer, não sei sobre as pessoas...



Este perfil já foi visualizado 511 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 10/04/2019 às 04:40:07