Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
22/02/2020 Duncan Cullen 2 22/02/2020 às 15:27:50
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 4159 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 3599 22/11/2018 às 18:19:24
É LUFA - LUFA!! Oh Ha Na 4698 08/09/2018 às 18:24:13
Indo para Hogwarts! Oh Ha Na 3791 08/09/2018 às 18:20:17

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Inglaterra Davis Walker [ 16963 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Davis Walker

  • NOME COMPLETO

    Davis Walker

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,89m

  • PESO

    85kg

  • OLHOS

    Verde Claro

  • CABELOS

    Castanho Escuro

  • SEXO

    Masculino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Homossexual

  • IDADE

    28 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    18/08/1988

  • SIGNO

    Leão

  • NOME DO PAI

    Andrei Walker

  • NOME DA MÃE

    Naomi Walker

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Londres/Inglaterra

  • RELACIONAMENTO

    Em um relacionamento

  • NÍVEL

"É muito fácil dizer que é corajoso quando não está correndo perigo. É muito fácil dizer que é calmo quando não está sendo perturbado. É muito fácil dizer que é honesto quando não está sendo tentado a ser desonesto. Suas decisões, ações e comportamentos em situações cotidianas revelam apenas a imagem que você deseja que os outros tenham de você. A verdade é que, fundamentalmente, nenhum de nós é quem afirmamos ser. Somos o que fazemos em situações de conflito. Somos nossas decisões, nossas ações, nossos comportamentos diante de problemas complicados."

Nada pode ser mais clichê que rabiscar as primeira palavras de uma autobiografia dizendo que és uma pessoa comum, que nasceu em uma cidade comum, teve uma infância comum, tem pais bondosos e comuns e nunca passou grandes dificuldades na vida. Por mais que isso seja uma verdade na sua auto-concepção, o que te traz até aqui neste exato momento é uma peculiaridade, uma característica singular que te fez vencer os obstáculos traiçoeiros da vida - mormente se já ultrapassou a primeira metade da casa dos vinte.

Teremos muito tempo para mais apresentações, creio eu. No momento, o que é preciso saber é que eu sou um rapaz que não chegou à meia-idade, mas já tem uma incalculável quantidade de questões mal resolvidas atormentando a mente dia e noite. Questões essas que fazem a minha essência ser aprisionada em meu âmago e me torna um mero personagem. A minha mente insana me obriga diariamente a agir conforme a banda toca, o problema é que eu odeio a música da banda. Sei que você está pensando que seria muito mais fácil me ajudar se eu parasse de dar voltas em uma história encoberta pelas nuvens do meu temor.

Minha família é bruxa, até onde eu saiba, embora isso nunca tenha representado nada significante em minha formação pessoal. Sou filho único de um casal que teve filhos após os trinta, que muito curtiram um casamento cem por cento planejado e que precisavam de uma aventura nova. Embora não tenha tido tanta disposição para disputar partidas de quadribol nos terrenos da casa da minha avó, o meu pai sempre se fez um homem presente na minha vida. Seus cabelos grisalhos desde os vinte já davam sinais de que havia muito mais maturidade em sua essência do que o imaginado. Lembro de como ele mandava as peças me aniquilarem aos domingos durante as rodadas de xadrez de bruxo enquanto lia o seu jornal e pouco dava atenção aos meu movimentos. Perdi incontáveis jogos até os meus dez anos - idade que eu fui para Hogwarts e decidi que nunca mais jogaria aquele jogo idiota. O cheiro forte da folha de madeira que enrolava seus charutos é um dos que mais me traz boas recordações, tenho certeza que é a minha amortentia.

Já a Sra. Walker é uma mulher que é tão cheia de alegria de viver quanto dobras de pele pelo corpo. Sempre se orgulhou dos dotes culinários herdados de sua família e fez questão de nos deixar empanturrados durante longos anos da minha vida. Não que eu ache que isso seja um problema - eu adoro dar uns abraços naquela mulher rechonchuda! Mas vaidoso como sou, consegui me livrar desse mal dando boas corridas e fazendo o máximo de exercícios que me era humanamente permitido. Não lembro da época que ela usava cabelos longos e sedosos, como eu disse, minha mãe resolveu me dar uma chance de vir ao mundo quando acreditava tê-lo aproveitado ao máximo com meu pai, logo, boa parte de sua vaidade foi embora assim que eu saí de seu ventre. Seus cabelos sempre foram encaracolados e rentes ao couro cabeludo. Nunca entendi o motivo dela estar sempre com os bobes na cabeça se nunca se arrumava para as ceias.

E eu? Eu sou um homem formado. Tenho a pele menos bronzeada que gostaria, já que não tenho como me dar ao luxo de ir morar no Caribe e desfrutar as águas claras e o sol esturricando a minha carne, entretanto, não sou um inglês de barriga branca. Sou muito satisfeito com meu corpo e os músculos que tenho, naturais e suficientes. Minha aparência é uma das coisas que mais prezo em toda minha vida. Meus cabelos não crescem mais que cinco dedos e meio e nunca estão mais baixos que dois dedos de largura. Fran sempre diz que eu tenho TOC com isso, mas nunca se opôs a minha decisão. Aliás, vocês vão conhecer a Fran. A melhor pessoa que eu conheci em toda minha vida, uma pena eu não poder ser para ela tudo o que ela é para mim. Consigo até mesmo ouvir sua voz gritando da sala dizendo o quanto eu sou injusto em dizer isso; não sou cruel e mal agradecido, essa mulher abriu mão de uma vida social inteira por minha causa. Estão vendo por que eu nunca serei para ela o que é para mim?

Acho que já falei demais por hoje. Não preciso revelar todos os meus segredos no primeiro encontro.



Este perfil já foi visualizado 259 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 02/08/2018 às 11:28:34