Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Ano 2 Sophie Agger Karhila 5143 16/01/2021 às 17:17:16
Ano 1 Sophie Agger Karhila 4967 16/01/2021 às 17:14:25
xxxxxxxxxxxxx Viviane LeFay 5145 13/01/2021 às 16:47:07
O Anjo Viviane LeFay 5104 13/01/2021 às 16:42:40
Viviane & Kiefer Viviane LeFay 5081 13/01/2021 às 16:34:25

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Hungria Tarsala Edelény [ 17823 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Tarsala Edelény
  • 1° Ano Brigit
  • 1° Ano Brigit

  • NOME COMPLETO

    Tarsala Edelény

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    135m

  • PESO

    34kg

  • OLHOS

    Azul Claro

  • CABELOS

    Castanho Escuro

  • SEXO

    Feminino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Heterossexual

  • IDADE

    11 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    06/03/2009

  • SIGNO

    Peixes

  • NOME DO PAI

    Desconhecido

  • NOME DA MÃE

    Talaitha Horváth

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Desconhecida

  • LOCALIDADE

    Beauxbatons

  • CIDADE/PAÍS

    Edelény/Hungria

  • NÍVEL

Era uma vez uma garota que se chamava Tarsala Edelény. Nascida na cidade cujo nome trazia, vivia somente com a mãe. Seu pai desconhecido e não citado pela mãe. Sempre quando sua existência era mencionada, a garota sentia um pesar sobre os olhos da progenitora, e, assim, para evitar-lhe sofrimento, evitava perguntas, embora, como qualquer garota da sua idade, sempre curiosa sobre suas origens. A mãe é de origem cigana, e, dado os costumes do grupo com quem vivia, tão logo se viu grávida de um não cigano acabou sendo vítima de preconceitos, principalmente dos pais, tradicionais em seus costumes. Não tolerando a vida com a qual deveria lidar desde então, sabendo que o filho que carregava no seu ventre seria também marginalizado, Talaitha se viu impelida a fugir.

Sem muitos proventos financeiros e dada a sua condição, acabou por ser acolhida por um grupo circense que estava na época em sua cidade. Embora, atividades advinhatórias fossem comuns entre seus povos, principalmente por constituírem um grupo cigano bruxo, a mulher não tinha ‘tino’ para tais artes. Todavia, isto não constituiu empecilho para ludibriar aquele empático povo e se por como leitora de cartas e as mais diversas modalidades advinhatórias. Talaitha, no entanto, não era uma mulher completamente inócua, vazia de conhecimento. Era uma excelente legilimens, e, assim, usava desta habilidade para “ler” a mente de seus clientes, dando-lhes o futuro que desejavam em suas leituras, embora sempre pinceladas de maior realidade, a fim de não soar grotesca, falsa.

Quando Tarsala nasceu, foi numa noite tumultuada. O circo estava em plena noite de espetáculo, as dores vieram violentas, fortes o suficiente para a mulher se ver desacordada, necessitando de uma perícia incomum da parteira e sua amiga naquela noite. Talaitha relata muitas histórias confusas daquela noite, daquele momento em que se viu desacordada, porém, todas com algo incomum: ela havia conhecido outro mundo. O mundo dos mortos que a auxiliaram a voltar, ajudaram-na de alguma forma a expulsar sua filha com vida dentro de sua barriga.

Daemon foi um dos que a ajudou. Uma criança travessa, no entanto, bondosa o suficiente para segurar na mão de Tarsala e desde então jamais soltara. A criança cresceu com a habilidade de se comunicar com o mundo dos mortos, seus amigos eram em maioria ‘imaginários’, fazendo-a uma criança vista com curiosidade pelo povo circense como também sob mau agouro. Aprendeu a necessidade de esconder suas habilidades tão logo se viram expulsas também daquela comunidade.

Todavia, a parteira novamente ajudou aquela mãe e filha, apresentando-as para outro circo o qual elas estão atreladas até os dias de hoje. Tarsala assim, nunca foi uma criança de criar raízes em qualquer lugar. Desde sua concepção, até os dias de hoje. Acostumada a conhecer o mundo, acordar em um lugar, dormir em outro, verá sua admissão em Beauxbatons com dificuldade neste aspecto bem como o fato de afastar de sua mãe. Não será uma tarefa fácil, mas, Talaitha acredita no potencial da filha; sabe que será importante para ela saber aprender mais sobre a magia, poder ter uma vida melhor, mesmo sabendo que aquela itinerante agrada a pequena.

Apesar da mãe bruxa, e, portanto, saber da existência do mundo mágico, seus costumes são limitados àqueles creditados a trouxas: conhecimento de ervas com ‘fins terapêuticos”, “remédios naturais”, “leituras de cartas”, fazendo-as mais excêntricas do que de fato bruxas, haja vista até mesmo a impossibilidade da mãe de usar varinhas, haja vista sempre estarem cerceadas de trouxas e não terem a privacidade desejada para qualquer prática de sortilégios.

A pequena sempre foi curiosa por tudo que a cerca, uma vontade de aprender sempre, principalmente sobre o mundo dos mortos, sobre aquele mundo desconhecido, oculto que, através de uma linha tênue ela consegue entrar e conhecer pessoas fantásticas como Daemon. Por vezes, se vê perdida entre seus ‘amigos imaginários’. Entre eles, às vezes, a vida parece menos complicada, menos dolorosa e difícil. Pois, mesmo gostando de viver ao lado da mãe no mundo circense, ela tem conhecimento das dificuldades, do preconceito as quais são submetidas constantemente e da necessidade de sempre esconder a verdade sobre quem você é de verdade.



Este perfil já foi visualizado 55 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 06/05/2021 às 00:53:10